Cidade Alerta Maringá

Idosa foge e denuncia asilo clandestino em Maringá

Outros cinco idosos foram resgatados após relatos da mulher de 86 anos

Guilherme
Guilherme Becker / Editor reportagem da RIC Record TV Maringá
Idosa foge e denuncia asilo clandestino em Maringá
(FOTO: REPRODUÇÃO/ RIC RECORD TV)

20 de janeiro de 2021 - 08:44 - Atualizado em 20 de janeiro de 2021 - 10:49

Um asilo clandestino foi fechado nesta semana em Maringá, no norte do Paraná, após denúncias de maus-tratos. Cinco idosos estavam no local conhecido como Casa Lar Aparecida, porém, o estabelecimento não continha autorização e nem alvará para funcionamento. Uma mulher de 86 anos conseguiu fugir da casa de repouso e fez a denúncia.

De acordo com uma promotora, o Ministério Público do Paraná vinha apurando o caso desde outubro de 2020. Entretanto, após novas denúncias neste começo de ano, emitiu que a fiscalização fosse até o local para verificar a atividade.

No local estavam cinco idosos, porém, a responsável alegou que não era uma casa de repouso. Na internet existem fotos do estabelecimento com o anúncio de clínica de recuperação.

Idosa foge e denuncia

O local foi fechado após uma denúncia de uma idosa de 86 anos. Dona Nair revelou a RIC Record TV que foi colocada no local pela filha, que inclusive fez altas transferências bancárias enquanto ela estava debilitada.

Na clínica, a idosa contou que sofreu maus-tratos. “A última coisa que quero na minha vida é voltar para lá […] Lá não tem nada de clínica”, contou Nair.

Agora os responsáveis irão responder administrativamente e caso seja comprovado maus-tratos criminalmente também. Confira mais detalhes:

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.