Aeroporto

Voo da Gol é cancelado e atraso de 3 horas causa prejuízos a passageiros em Maringá

Em nota, a companhia divulgou que o motivo do cancelamento seria uma manutenção não programada

Mayara
Mayara Zeviani / Estagiária Com supervisão de
Voo da Gol é cancelado e atraso de 3 horas causa prejuízos a passageiros em Maringá
O voo teria sido cancelado por problemas na turbina do avião | Foto: Fábio Guillen / RICtv

29 de março de 2022 - 11:07 - Atualizado em 29 de março de 2022 - 11:07

Passageiros de um voo da companhia aérea Gol tiveram transtornos ao tentarem embarcar no Aeroporto Regional de Maringá, no noroeste do Paraná, na manhã desta terça-feira (28). O voo foi cancelado e muitos passageiros perderam compromissos e conexões.

De acordo com as informações da equipe de reportagem da RICtv, que esteve presente no aeroporto, o avião em que os 124 passageiros embarcariam as 7h com destino a Guarulhos (SP) estava na pista passando por manutenções na turbina duas horas depois do horário do voo.

No saguão, passageiros demonstraram revolta pela falta de informações fornecida pela companhia e pelos prejuízos e perdas de conexões em voos de outras companhias.

Em nota, divulgada próximo as 10h30, a Gol informou que o voo precisou ser cancelado devido a uma manutenção não programada e que todos os passageiros receberão a devida assistência com transferências para os próximos voos disponíveis.

Confira a nota na íntegra:

A GOL informa que o voo G3 1111, que partiria às 7h da manhã de hoje (29) de Maringá (MGF) com destino ao aeroporto internacional de Guarulhos (GRU), com 124 Clientes, precisou ser cancelado devido a manutenção não programada. Os Clientes estão recebendo toda a assistência da Companhia e do aeroporto, com acomodação nos próximos voos disponíveis, e ainda facilidades de acordo com a necessidade de cada um. A Companhia reforça que todos os procedimentos realizados seguem os padrões exigidos e têm como foco a Segurança, valor número 1 da GOL.

Gol
Equipes da companhia aérea realizam manutenção na turbina da aeronave | Foto: Fábio Guillen / RICtv