Thiago Barros

Vacina: O passo para o mundo normal

Turnês e festivais estão voltando aos poucos

Thiago
Thiago Barros / Editor-Chefe TOMMO
Vacina: O passo para o mundo normal
Pixabay

8 de julho de 2021 - 18:53 - Atualizado em 8 de julho de 2021 - 18:54

Com a vacinação contra a Covid-19 avançando, o mundo as turnês e festivais estão voltando aos poucos. Fora do Brasil o avanço é ainda maior – a vida fora do Brasil nunca pareceu tão boa.

Na Europa, Ásia e América do Norte, o medo que acompanha a pandemia está desaparecendo. Locais de entretenimento estão sendo reabertos, e em alguns lugares, o uso de máscara já não é mais obrigatório nas ruas, isso devido a parte expressiva da população já ter sido vacinada. Sensação essa de alivio e de segurança que caminha a passos curtos por aqui, mas está caminhando.

A prova mais recente de que estamos caminhando para o “normal”, foi o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes confirmando a realização do Lollapalooza 2022 no Brasil. Isso claro – olha ela aí – a vacina – só acontecerá caso 70% da população paulistana estiver vacinada contra a covid-19 na data do evento: 25, 26 e 27 de março do ano que vem. Por enquanto, a agenda do governo prevê que todos os habitantes adultos da cidade recebam ao menos a primeira dose até o fim de agosto, o que significa que a meta colocada pelo prefeito deve ser alcançada.

Aqui por Curitiba, também tivemos boas notícias, hoje (8), a capital paranaense voltou para a bandeira amarela em relação à Covid-19. 

“Reabrem os parques, reabrem os cafés, reabre os cinemas, reabrem os espetáculos culturais, a vida – mesmo que seja com o novo normal, usando máscara com distanciamento social e respiratório – pode fluir mais abundantemente e com maior alegria”.

Explicou o prefeito Rafael Greca.

Ouvir/ler “reabre os cinemas, reabrem os espetáculos culturais” aquece meu coração. Que saudade de um cineminha. Você lembra de como era aglomerar nas pré-estreias?

A volta do entretenimento será o marco do “novo normal”, pois será o último setor a voltar. Poder sair de casa, estar nos locais com amigos e desconhecidos com segurança, uma luz que já conseguimos ver no final do túnel.

Mas para sairmos desse túnel que parece interminável, é necessário ela – a Pf… não, qualquer vacina. Precisamos nos imunizar, e todas as vacinas são eficazes, cada uma protege com um percentual diferente, mas todas têm se mostrado fortes mecanismos para combater a Covid-19.

Então, nada de escolher, tome a vacina que estiver sendo aplicada no dia, respeite os agentes de saúde, respeite a vida, se respeite – vamos voltar a viver livres e sem medo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.