Tecnologia

Sinal de 5G chega em Curitiba em agosto; entenda o que muda

Com a nova tecnologia, os curitibanos terão acesso a uma internet 100 vezes mais rápida que a atual, com as bandas 4G

Isadora
Isadora Deip / Estagiária com informações da Prefeitura de Curitiba e supervisão de Giselle Ulbrich
Sinal de 5G chega em Curitiba em agosto; entenda o que muda
Curitiba poderá ter sinal 5G a partir da próxima semana. (Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

6 de julho de 2022 - 19:58 - Atualizado em 6 de julho de 2022 - 19:59

Curitiba deve receber o sinal de redes móveis 5G em agosto, segundo informações do Ministério das Comunicações. A estimativa é que com o 5G os curitibanos tenham acesso a uma internet 100 vezes mais rápida do a oferecida hoje pelas bandas 4G.

Desde 2019, Curitiba tem modernizado as leis que regulamentam a instalação de antenas de telefonia celular na cidade. O Decreto nº 989, por exemplo, criou novos procedimentos e licenciamentos para a implantação de ETR – Estação de Transmissão de Radiocomunicação (antenas de telefonia e telecomunicações) em propriedades particulares.

Entenda o que muda com o sinal 5G

Segundo a Prefeitura de Curitiba, a nova tecnologia trará benefícios para empresas e para a população em geral. Confira alguns exemplos:

  • Conexões muito mais rápidas: a quinta geração das redes móveis permite downloads de até 20 Gb/s (gigabits por segundo). Com essa velocidade, é possível baixar um filme em uma plataforma de streaming em três segundos, por exemplo.
  • Comunicação em tempo real: a rede 5G também possibilita comunicações sem atraso. Um neurocirurgião que está em Curitiba, por exemplo, poderá realizar uma operação em tempo real em um paciente nos EUA.
  • Cidades inteligentes: combinada a tecnologias, como big data, inteligência artificial e IoT, a nova geração de internet também torna viável mais serviços de cidades inteligentes, como semáforos inteligentes, que poderão controlar melhor o fluxo de carros e pedestres e reduzir congestionamentos.
  • Indústria 4.0: a maior conectividade e o menor tempo de resposta proporcionados pelo 5G vão permitir o uso de máquinas inteligentes e a comunicação em tempo real entre diferentes equipamentos. A tecnologia traz benefícios para a indústria em todos os campos (manufatura automatizada, agricultura de precisão e transportes), permitindo uma cadeia totalmente inteligente e integrada, com maior eficiência, agilidade e, consequentemente, menores custos.

Curitiba recebe luminária inteligente com antena 5G

No dia 22 de junho, Curitiba começou a testar uma luminária pública inteligente com antena 5G integrada. A capital paranaense é a primeira cidade do mundo a receber esse tipo de tecnologia, que faz parte do programa Conecta 5G.

A luminária foi instalada na Avenida Cândido de Abreu esquina com Rua Lysimaco Ferreira da Costa, ao lado da Prefeitura, no Centro Cívico. A tecnologia transforma as lâmpadas de iluminação pública em antenas de celular que espalham como wi-fi o sinal do 5G. O equipamento ainda tem outras funcionalidades voltadas para cidades inteligentes, como câmeras de videomonitoramento, telegestão, reconhecimento facial, gestão semafórica e sensor de ruído.

Nessa fase de testes, a luminária inteligente oferece a rede 5G para conexões entre equipamentos urbanos, como semáforos inteligentes e aplicações empresariais.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.