Tecnologia

Inteligência artificial poderá ser implantada nos tribunais; entenda

Chineses criam o primeiro promotor movido por inteligência artificial do mundo

Carol
Carol Machado / Produtora
Inteligência artificial poderá ser implantada nos tribunais; entenda
Inteligência artificial no tribunal: tecnologia pode decidir a inocência das pessoas com 97% de precisão | Foto: Pixabay

27 de dezembro de 2021 - 11:31 - Atualizado em 27 de dezembro de 2021 - 11:31

Especialistas em tecnologia da China criaram o primeiro promotor movido por inteligência artificial do mundo. Os criadores acreditam que é possível ter 97% de precisão se a pessoa é culpada ou não por um crime por meio dessa nova tecnologia.

De acordo com o Daily Star,  a inteligência artificial foi criada com base em milhares de processos judiciais em todo o mundo, entre 2015 e 2020.

Um porta-voz da empresa que criou a tecnologia disse que a invenção pode “ajudar a diminuir a carga de trabalho dos promotores”.

Até o momento, a inteligência artificial consegue detectar oito crimes comuns, como fraudes em cartões de créditos e operações de jogos de azar. Atualmente, os promotores na China já usam uma ferramenta de IA para avaliar as evidências.

Ainda há certa desconfiança na nova tecnologia, um promotor disse que a porcentagem pode ser alta do ponto de vista tecnológico, mas que há chance de erro e que isso pode arruinar a vida de pessoas.

“Quem vai assumir a responsabilidade quando isso acontecer? “O promotor, a máquina ou o projetista do algoritmo? questionou um promotor em entrevista ao South China Morning Post “A IA pode ajudar a detectar um erro, mas não pode substituir os humanos na tomada de decisões”, completou.

Ainda não há maiores informações sobre quando a inteligência artificial começará a ser usada nos tribunais.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.