Serviços

Trincheira da Linha Verde, em Curitiba, recebe últimas vigas

Previsão é que trincheira esteja totalmente concluída e sendo usada pelos motoristas em junho.

Giselle
Giselle Ulbrich com informações da Prefeitura de Curitiba
Trincheira da Linha Verde, em Curitiba, recebe últimas vigas
A trincheira que liga as ruas Fúlvio José Alice, no Bairro Alto, e Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, sob a Linha Verde receberá as últimas vigas necessárias para concluir e serão feitos serviços de pavimentação. Curitiba, 09.04.2021. Foto: Hully Paiva/SMCS

11 de abril de 2021 - 15:04 - Atualizado em 11 de abril de 2021 - 15:04

Esta semana, a trincheira que liga as ruas Fúlvio José Alice, no Bairro Alto, e Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, sob a Linha Verde, receberá as últimas vigas necessárias para conclusão da laje e para que as novas faixas de rolamento sejam pavimentadas em seu leito natural, conforme foi projetado. Ao mesmo tempo, na parte interna da estrutura viária, os serviços de escavação, drenagem e preparação da base das pistas também estão em andamento.

A trincheira compreende o Lote 3.2 da Linha Verde e o trabalho está sendo executado pela TCE Engenharia Ltda., que sagrou-se vencedora do processo licitatório para realização do saldo remanescente da obra. Além da trincheira, serão feitos serviços de pavimentação na própria Linha Verde e nos acessos laterais à nova estrutura viária. A previsão da Secretaria Municipal de Obras Públicas, responsável pela supervisão dos serviços, é de que a obra seja concluída em junho.

Nesta sexta-feira (9), o prefeito Rafael Greca e o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues, vistoriaram os serviços e acompanharam a instalação das vigas. 

“Estamos terminando de fechar a parte superior da trincheira. São mais 17 vigas para que vençamos esta etapa. Temos uma boa perspectiva do avanço dos trabalhos e, em aproximadamente dois meses, concluiremos esta importante obra”, disse Rafael Greca.  

Hoje, já é possível enxergar a trincheira de um lado a outro. Em ambos os lados das pistas da Linha Verde há frentes de trabalho. Do lado do Bairro Alto, há o novo guarda-corpo. No lado Bacacheri, além das vigas e tirantes, há as novas paredes laterais e parte da laje concluída

Conforme explicou o secretário Rodrigo Rodrigues, na etapa final da obra será feito pavimento que interligará as ruas Fúlvio José Alice e Amazonas de Souza Azevedo. Serão duas faixas de rolamento em asfalto para o tráfego de veículos, uma pequena calçada de emergência e uma passarela metálica para atender os pedestres.   

Histórico do “problemático” lote 3.2

As obras começaram em outubro de 2016. A trincheira já deveria estar servindo aos motoristas que trafegam pela região desde setembro de 2017, de acordo com o pactuado inicialmente em contrato. 

Porém, 74,98% da obra foi concluída no lado da Rua Fúlvio José Alice. Seis aditivos de prazo foram concedidos à empresa que executava os serviços, com a finalização prevista para julho de 2019. O trabalho não foi finalizado mesmo com o prazo ampliado em cerca de 700 dias e o contrato foi rompido em agosto de 2019.

Durante os mais de dois anos de obras no Lote 3.2, a Secretaria Municipal de Obras Públicas emitiu 21 notificações contra a construtora. Os avisos legais foram motivados pela não execução de frentes de trabalho liberadas, atrasos no cronograma de execução e, por fim, pelo total abandono dos serviços, inclusive marcado pela ausência de funcionários e retirada de materiais e equipamentos do local.

Após a rescisão contratual, foi realizado um levantamento técnico e criterioso do saldo remanescente da obra e, em seguida apresentado ao agente financiador da intervenção urbana. Vencida essa fase, lançou-se a licitação para contratar a empresa que terminaria o serviço e, como a TCE Engenharia Ltda. apresentou as melhores condições, passou a executar a obra em agosto de 2020. 

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.