Serviços

Pedágios da Ecovia voltam para valores cheios após descontos de 30%

A concessionária administra trechos na BR-277, entre Curitiba e o litoral, na PR 508 e na PR 407; os valores estavam reduzidos temporariamente em 30 % desde a comprovação de atos de corrupção em contratos de concessão das rodovias

Caroline
Caroline Berticelli / Editora
Pedágios da Ecovia voltam para valores cheios após descontos de 30%
Foto: AEN

28 de setembro de 2020 - 15:12 - Atualizado em 28 de setembro de 2020 - 16:18

O valor dos pedágios cobrados pela concessionária Ecovia voltarão ao preço normal, sem descontos, a partir da zero hora desta terça-feira (29). 

De acordo com a empresa, a mudança ocorre porque a Ecovia atingiu a marca de R$ 100 milhões (mais a atualização pela SELIC) de descontos em favor dos usuários, conforme estabelecido no acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal, que reduziu temporariamente os valores das tarifas em 30%

A Ecovia é responsável por trechos: 

  • na BR-277, entre Curitiba e o litoral
  • na PR 508 
  • na PR 407 

Os novas tarifas serão:

  • veículos de passeio = R$ 21,70; 
  • motocicletas = R$ 10,90; 
  • ônibus = R$ 21,70 por eixo; 
  • caminhões = R$18,20 por eixo

Acordo para redução do valor das tarifas de pedágio

O acordo de leniência envolve diversos atos de corrupção e lavagem de dinheiro relacionados a contrato de concessão das rodovias firmado entre o estado do Paraná, o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (antigo Departamento Nacional de Estradas e Rodagem), o Ministério dos Transportes e a Ecorodovias S.A., que controla as concessionárias Ecocataratas e Ecovia.

A empresa reconheceu o pagamento de propinas para a obtenção de modificações contratuais benéficas à concessionária desde o ano 2000.