Serviços

Auxílio Emergencial da Caixa: calendário, cadastro e consulta

A Caixa divulgou o calendário oficial com as datas para o pagamento do benefício

Luana
Luana Fogaça em parceria com Thamany Oliveira. Com informações da Caixa Econômica Federal
Auxílio Emergencial da Caixa: calendário, cadastro e consulta

17 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 24 de setembro de 2020 - 20:26

Resumo da matéria

  • O auxílio emergencial, instituído no Brasil pela Lei de nº 13.982, pode ser consultado e sacado por meio do aplicativo CAIXA Tem. O calendário com as datas dos pagamentos aos aprovados no benefício de R$ 600, bem como os beneficiários do Bolsa Família e inscritos no CadÚnico, está disponível.

O Auxílio Emergencial é um benefício criado pelo Governo para ajudar, financeiramente, os trabalhadores autônomos e informais, microempreendedores individuais (MEI) e desempregados, durante a crise econômica que tem sido intensificada pela pandemia do Covid-19.

Beneficiários do Bolsa Família e cadastrados no CadÚnico também recebem o auxílio, automaticamente, sem precisar de inscrição.

Desta forma, a Caixa Econômica divulgou o calendário oficial com todas as datas para o pagamento do auxílio emergencial. Com valor fixo de R$ 600 e o dobro – R$ 1,2 mil – para mães chefes de família.

Os pagamentos começaram no dia 17 de abril e vão até novembro de 2020, dependendo de quando foi solicitado.

Mas antes, se teve problemas com o cadastro ou não sabe como consultar seu benefício, confira o passo a passo!

Cadastro do auxílio emergencial 2020

Os cadastros para receber o auxílio emergencial foram encerrados no dia 02 de julho. Para se cadastrar, as pessoas deveriam corresponder a alguns critérios. São eles:

  • Cidadão com mais de 18 anos, ou mães menores de idade;
  • Desempregado ou em atividade nas seguintes condições:
  1. Trabalhador Informal;
  2. Contribuinte individual da Previdência Social;
  3. Microempreendedores individuais (MEI)

Para saber se foi aprovado no auxílio emergencial, clique aqui. Apenas duas pessoas de cada família poderiam ser aprovadas.

Contudo, muitos que realizaram a inscrição dentro do prazo continuaram em análise e outros tiveram o benefício negado. Saiba como prosseguir!

Auxílio emergencial prorrogado

Para as pessoas que conseguiram realizar o cadastro, mas a inscrição está em análise ou em desaprovação, ainda existe uma saída. Confira!

Solicitação em análise

Se o seu auxílio emergencial estiver em “Análise” deve aguardar o resultado, mas, a princípio, todos já deveriam ter recebido a devida conclusão.

Por isso, acesse o site: https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta ou o aplicativo do benefício, preencha as informações e acompanhe o estado da sua solicitação até receber o resultado.

Agora, para os cidadãos que tiveram o pedido negado e não conseguiram entrar no último lote de inscritos, pode ser realizada uma contestação do resultado, veja o passo a passo!

Solicitação negada

  • Baixe o aplicativo ou acesse: https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio;
  • Clique em “Acompanhe sua solicitação” e preencha as informações nos campos disponíveis;
  • Analise os motivos para o pedido ter sido negado, se houver erro na inscrição clique em “Realizar nova solicitação”, se estiver tudo certo clique em “Contestar essa informação”;
  • O pedido entrará em uma nova análise, aguarde o resultado!

Consultar e receber o auxílio emergencial

Primeiramente, baixe o aplicativo CAIXA Tem, desenvolvido exclusivamente para a consulta de benefícios do cidadão, funciona como uma poupança digital.

Saiba como abrir uma conta digital da Caixa, clique aqui.

Nesse app você terá acesso ao pagamento das parcelas do auxílio emergencial, que será depositado automaticamente, bem como outros serviços, o FGTS, Abono Salarial do PIS e Seguro-Desemprego.

Seguindo o calendário disponibilizado pela Caixa, quando o seu benefício estiver liberado, poderá realizar transferências e até pagamento de despesas pela conta digital.

Veja o passo a passo de como sacar seu auxílio emergencial.

Calendário com as datas para pagamento do auxílio emergencial

As parcelas do auxílio emergencial estão divididas de acordo com a data de aniversário de cada beneficiário. Confira abaixo quais são elas, para os aprovado em abril de 2020, no 1 º lote:

1ª Parcela:

  • 09 de abril – Clientes Caixa e Banco do Brasil
  • 14 de abril – Informais, MEI e intermitentes
  • 17 de abril – Inscritos no Cadastro Único
  • 17 a 20 de abril – Inscritos pelo site ou aplicativo do programa
  • dia 17 a 30 de abril – Beneficiários do Bolsa Família

2ª Parcela:

  • 27 de abril – nascidos em janeiro, fevereiro e março
  • 28 de abril – nascidos em abril, maio e junho
  • 29 de abril – nascidos em julho, agosto e setembro
  • 30 de abril – nascidos em outubro, novembro e dezembro
  • 18 a 29 de maio – Beneficiários do Bolsa Família

3ª Parcela:

  • 26 de maio – nascidos em janeiro, fevereiro e março
  • 27 de maio – nascidos em abril, maio e junho
  • 28 de maio – nascidos em julho, agosto e setembro
  • 29 de maio – nascidos em outubro, novembro e dezembro
  • 17 a 30 de junho – Beneficiários do Bolsa Família

4ª Parcela:

  • 22 a 29 de julho – nascidos em janeiro, fevereiro e março
  • 31 de julho a 7 de agosto – nascidos em abril, maio e junho
  • 12 a 17 de agosto – nascidos em julho, agosto e setembro
  • 19 a 26 de agosto – nascidos em outubro, novembro e dezembro
  • 20 a 31 de julho – Beneficiários do Bolsa Família

5ª Parcela:

  • 28 de agosto a 4 de setembro – nascidos em janeiro, fevereiro e março
  • 9 a 16 de setembro – nascidos em abril, maio e junho
  • 18 a 25 de setembro – nascidos em julho, agosto e setembro
  • 28 a 30 de setembro – nascidos em outubro, novembro e dezembro
  • 18 a 31 de agosto – Beneficiários do Bolsa Família

Para conferir o calendário com as datas de pagamento do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família, de acordo com o último dígito do NIS, clique aqui.

Os inscritos no Cadastro Único que não fazem parte do programa Bolsa Família, recebem automaticamente, baixe o aplicativo para conferir ou acesse o site, aqui.

Auxílio emergencial para MEI, autônomos, trabalhadores informais e desempregados

Para os inscritos no aplicativo ou site que tiveram a aprovação do auxílio emergencial em outro período, as datas diferem.

Além do primeiro lote de pessoas aprovadas em abril de 2020, há também outros quatro lotes. São eles:

  • Segundo lote – aprovados em maio de 2020;
  • Terceiro lote – aprovados em junho de 2020;
  • Quarto lote – aprovados também em junho de 2020;
  • Quinto lote – aprovados no final de junho e início de julho de 2020.

Para conferir o calendário completo com as datas de pagamento do auxílio emergencial para cada um dos aprovados nesses lotes, clique aqui.

CAIXA Tem bloqueado, o que fazer

De acordo com a Caixa, algumas contas foram suspensas ou bloqueadas por motivos de segurança.

Confira o passo a passo do que fazer se seu aplicativo do CAIXA Tem for:

  • Suspenso por falta de documentação
  1. Acesse a função “Liberar acesso” no próprio aplicativo, somente o link que será disponibilizado no app é confiável;
  2. Não precisa ir até uma agência, você poderá enviar fotos dos documentos pelo aplicativo.
  • Bloqueado
  1. Nesse caso a pessoa tem que comparecer pessoalmente em uma agência do banco e apresentar um documento de identidade com foto para regularizar a situação;
  2. Existem dias específicos para ir à agência, confira o calendário para desbloqueio da conta no CAIXA Tem, clique aqui.

Canais de atendimento da Caixa e dúvidas frequentes

  • Aplicativo CAIXA Tem;
  • Facebook da Caixa;
  • Aplicativo do Bolsa Família;
  • Ligue para a central com o número 111;
  • Dúvidas frequentes respondidas, clique aqui.

Compartilhe essa matéria para que mais pessoas tenham acesso às informações prestadas neste conteúdo!