Cotidiano

Após muitas reclamações, nova balsa passa a operar na Baía de Guaratuba

Entre o início de abril e agosto de 2021,  cerca de 150 reclamações por atrasos de até quatro horas, problemas técnicos em embarcações e má gestão foram registradas contra a concessionária responsável pelo serviço

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Após muitas reclamações, nova balsa passa a operar na Baía de Guaratuba
Foto: Divulgação

27 de outubro de 2021 - 15:45 - Atualizado em 27 de outubro de 2021 - 15:45

Uma balsa com capacidade para 105 veículos e 145 passageiros começou a operar na manhã desta quarta-feira (27) na travessia da Baía de Guaratuba, no litoral do Paraná. O veículo de transporte aquaviário promete fazer o trajeto de 10 a 12 minutos e irá reforçar a frota já existente.

De acordo com a concessionária responsável pela travessia, a embarcação é o maior dos equipamentos utilizados pela empresa que já opera com os três ferry boats do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), que atendem até 60 veículos cada, e uma balsa menor, de sua propriedade, com capacidade de transportar até 44 veículos.

Atrasos e reclamações 

Entre o início de abril e agosto de 2021, quando a BR Travessia, empresa responsável pelo serviço, passou a operar o sistema na Baía de Guaratuba, cerca de 150 reclamações por atrasos de até quatro horas, problemas técnicos em embarcações e má gestão foram registradas contra a concessionária. 

O Ministério Público de Contas do Paraná (MPC) chegou a encaminhar um parecer sobre os indícios de irregularidades ao Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR), para que a anulação do contrato fosse avaliada. Além disso, a Prefeitura de Guaratuba decretou situação de emergência. 

Posteriormente, a Controladoria-Geral do Estado informou que a travessia iria receber inspeções constantes para verificar o cumprimento do contrato.