Violência contra criança

Jovem de 23 anos é suspeito de estuprar a filha e a enteada, de 2 e 6 anos, em Cascavel

A denúncia foi feita pela mãe das meninas; conforme a mulher, as crianças estavam reclamado de dores

Julia
Julia Cappeletto / Estagiária com supervisão de Caroline Berticelli
Jovem de 23 anos é suspeito de estuprar a filha e a enteada, de 2 e 6 anos, em Cascavel
(Foto: Reprodução/Rodrigo Lima)

21 de janeiro de 2022 - 16:20 - Atualizado em 21 de janeiro de 2022 - 16:20

Um homem de 23 anos foi detido na noite de quinta-feira (20) suspeito de estuprar a própria filha e também a enteada, de 2 e 6 anos, respectivamente. A situação de foi denunciada pela mãe e tia das crianças em Cascavel, no oeste do Paraná

De acordo com a Polícia Militar (PM), a mãe foi até a base da Unidade Pública de Segurança (UPS) da região norte da cidade, onde relatou que suas filhas tinham sido abusadas sexualmente pelo seu companheiro. As meninas contaram que o homem praticou atos libidinosos com elas em um fim de semana quando a mãe não estava em casa. Ambas afirmaram estarem com dor

“Segundo a mãe dessas duas meninas, as partes íntimas das meninas estavam vermelhas e as meninas relataram que ele teria tirado a roupa delas e praticado alguns atos libidinosos, inclusive, chegando a ejacular em uma delas também. E que também, durante a madrugada, ela [a mãe] teria avistado ele em cima de uma das meninas. Também a irmã dessa mãe, acabou narrando que uma das meninas contou pra ela o que aconteceu, então temos as duas declarações, o que acaba ficando ainda mais consistente qualquer acusação contra esse rapaz”,

afirma o capitão Diego Astori da PM.

O suspeito foi procurado pelas autoridades logo após a denúncia, e foi detido depois de passar em frente a base da UPS. Por já ter expirado o prazo de 48h, o homem não pode ser preso em flagrante e foi liberado. Ele negou ter cometido o crime.

As duas meninas passaram por exames de corpo de delito e todos os envolvidos prestaram depoimentos.

Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!