Violência contra criança

Criança de 4 anos é encontrada sozinha dentro de casa, cercada por lixo, ratos e baratas

A vítima apresentava um quadro severo de desnutrição; ela afirmou que, naquele dia, tinha comido apenas um pedaço de pão encontrado no lixo

Julia
Julia Cappeletto / Estagiária
Criança de 4 anos é encontrada sozinha dentro de casa, cercada por lixo, ratos e baratas
(Foto: Reprodução/Daniel Bezerra/RICtv)

10 de maio de 2022 - 10:12 - Atualizado em 10 de maio de 2022 - 15:20

Uma criança de 4 anos foi encontrada sozinha dentro de uma casa cheia de lixo, com vários ratos e baratas, em Toledo, no oeste do Paraná. A vítima apresentava um quadro severo de desnutrição quando foi localizada pela polícia nesta segunda-feira (9).

De acordo com a equipe que fez o resgate, a situação de abandono foi descoberta depois que vizinhos ligaram para as autoridades denunciando que a criança estava sendo agredida fisicamente pela própria mãe, de 23 anos. Ao chegarem na casa para apurarem a denúncia, os policiais encontraram a menina sozinha. Por conta da falta de roupas na vítima, foi possível visualizar os ossos em evidência, o que apontava para um quadro de severa desnutrição, segundo a Polícia Militar. 

A equipe perguntou à criança se ela teria se alimentado durante o dia e ela afirmou que, até o momento da chegada das autoridades, ela tinha comido apenas um pedaço de pão encontrado no lixo. 

Conforme os vizinhos, a menina era frequentemente deixado em situação de abandono, sendo visto vagando pelas ruas, sem a presença de responsáveis. Além da falta de alimentação, os conselheiros tutelares também apontaram a presença de uma lesão na região esquerda do rosto.

Ao ser abordada, a avó da criança relatou que a mãe é usuária de drogas e que não tinha condições para prover a vítima. Além da menina, outras três crianças também moram na casa, mas não haviam sido localizadas durante a ocorrência.

Diante da situação, a menina foi recolhido pelo Conselho Tutelar e um pedido de intervenção para acolher as outras crianças também foi feito. A Polícia Civil investiga o caso.

Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!