Violência contra a Mulher

Mulher tem o cabelo raspado ao ser agredida por companheiro em Cascavel

Dois casos de violência contra a mulher foram registrados na cidade de Cascavel; em um deles, o autor foi detido

Aline
Aline Cristina / Repórter
Mulher tem o cabelo raspado ao ser agredida por companheiro em Cascavel
(Foto: Ilustrativa/Pixa

4 de julho de 2022 - 11:46 - Atualizado em 4 de julho de 2022 - 12:09

Uma mulher de Cascavel, no Oeste do Paraná, teve o cabelo raspado após sofrer violência doméstica no fim de semana. O autor conseguiu fugir.

Segundo consta em Boletim de Ocorrência, após uma confraternização, na residência, que fica na Rua Castro Alves, no Centro da cidade, o autor começou a ficar agressivo e tentou sufocar a mulher de 35 anos.  Na sequência ele raspou grande parte do cabelo da mulher.  Mesmo diante da agressão, a mulher conseguiu fugir e pedir ajuda. 

Segundo o Capitão da Polícia Militar, Diego Astori, quando a Polícia Militar chegou no local, o homem se escondeu dentro da residência, e chegou a trancar os militares no imóvel.

“Ele se fechou dentro de casa, e quando os militares entraram na residência, também foram trancados pelo autor. Foi necessário acionamento de mais policiais. Cerca de 10 militares estiveram no local, mas o homem conseguiu fugir.

Diego Astori – Capitão da Polícia Militar

A vítima retirou os pertences do local e procurou abrigo na casa de parentes. O casal estava junto há 4 anos e tinha contrato de união estável. Segundo Astori, ele pode responder por lesão corporal gravíssima.

A questão do cabelo raspado, a jurisprudência tem um entendimento que pode pode se configurar uma lesão corporal gravíssima, por conta do dano estético. Esperamos que seja analisado de uma forma bem severa e gravosa esse autor, que ele fique preso, com essa medida protetiva, inclusive porque dizem que é um figurão da cidade.

Diego Astori – Capitão da Polícia Militar

A Polícia Militar está acompanhando a vítima.

Outro crime contra mulher

Na Rua Nilo Peçanha, no Bairro Parque São Paulo, também em Cascavel, uma jovem de 17 anos foi agredida pelo companheiro de 19 anos. O rapaz foi preso e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

Segundo consta em Boletim de Ocorrência, a vítima relatou aos policiais que seu companheiro chegou em casa embriagado e começou a lhe agredir com socos e chutes. A jovem conseguiu fugir e pedir ajuda na casa da irmã, que fica nas proximidades.

“ A Polícia Militar deu a resposta, realizando o encaminhamento de ambos, esperamos aí que serjam medidas protetivas eficazes, contra esse tipo de violência contra as mulheres. A Segurança pública como um todo se coloca inteiramente à disposição das mulheres para evitar que isso aconteça, mas é uma situação bastantes complexa, porque já vivem no mesmo ambiente, e dependem muitas vezes de uma determinação judicial para ter esse afastamento, e acontecendo com certeza, os policiais de plantão, vão dar todo o respaldo e apoio para mulher vítima de violência doméstica.”

Diego Astori – Capitão da Polícia Militar
Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!