Segurança

Vídeo: Câmera registra briga entre ex-prefeito de Campo Magro e suspeito de homicídio

Vídeo foi gravado por câmeras de segurança na casa de José Pase; defesa de suspeito revela relacionamento entre o jovem e o ex-prefeito “transpassa os limites da mera amizade”

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da RICtv

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) divulgou imagens gravadas por câmeras de segurança instaladas na casa do ex-prefeito de Campo Magro, José Antônio Pase, que foi encontrado morto na última quinta-feira (12). Nas imagens é possível ver que um rapaz invade a residência e cerca de 30 minutos depois, o invasor e a vítima entram em luta corporal.

A discussão e a briga acontece na parte externa da casa. O ex-prefeito veste uma espécie de roupão e o suspeito está de boné e com uma blusa. Em um momento do desentendimento, José Pase coloca o jovem contra a parede. Já em outra imagem, os dois aparecem trocando golpes no chão. Veja as imagens:

O corpo do ex-prefeito foi encontrado dentro de um veículo, em frente a uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). José Pase estava no banco de trás do veículo, com ferimentos e já sem sinais vitais. O rapaz que conduziu o carro até o local foi identificado como Diego de Jesus, de 20 anos, e foi preso em flagrante.

Defesa de suspeito revela relacionamento

Na noite desta sexta-feira (13), o advogado Caio Percival assumiu a defesa de Diego de Jesus. Logo no início dos trabalhos, Percival apresentou novidades sobre o relacionamento entre o suspeito e o ex-prefeito de Campo Magro e acusações, que, segundo ele, serão apuradas.

“Ontem quando assumimos o caso, uma série de ligações foram recebidas em meu escritório, dando conta que o ex-prefeito aliciava meninos, patrocinava uso de drogas destes meninos, em troca de favores sexuais. Esta é uma notícia que precisa melhor apurada e estaremos atentos a isso, esperando que a verdade possa ser decantada no curso processual”,

declarou Percival à RICtv.

Em outro momento, o advogado contou que o suspeito e o ex-prefeito já se conheciam. “O relacionamento deles certamente é um relacionamento que transpassa os limites da mera amizade”, comentou.

Percival ainda esclareceu que Diego de Jesus não confessou o crime. Durante o depoimento oficial aos policiais, o jovem permaneceu em silêncio. “Se de fato teve qualquer tipo de confissão extraprocessual, informal, nós iremos buscar os órgãos de fiscalização policial e representar por abuso de autoridade”, finalizou. 

A equipe do RIC Mais não conseguiu contato com representantes do ex-prefeito de Campo Magro.