Segurança

Vereador e arquiteta são investigados por prática de corrupção passiva no Paraná

Residências e empresas em nome dos dois foram alvos de mandados de busca e apreensão

Julia
Julia Cappeletto / Estagiária com supervisão de Caroline Berticelli
Vereador e arquiteta são investigados por prática de corrupção passiva no Paraná
(Foto: Divulgação)

21 de outubro de 2021 - 18:08 - Atualizado em 21 de outubro de 2021 - 18:11

Um vereador de Palmas, no centro-sul do Paraná, e uma arquiteta de Pato Branco, no sudoeste do estado, foram alvos de quatro mandados de busca e apreensão, nesta quinta-feira (21). Os dois são investigados pelo Ministério Público do Paraná (MP/PR) por suspeita de prática de corrupção passiva.

Os mandados foram cumpridos nas residências dos suspeitos, em uma panificadora e em uma construtora de propriedade do parlamentar e da arquiteta, respectivamente.

De acordo com o MP/PR, o vereador e a arquiteta teriam procurado empresários propondo que, em troca da contratação dos serviços da arquiteta, conseguiriam atender interesses dos empresários relacionados ao Plano Diretor a ser votado na Câmara Municipal de Palmas.

O caso passou a ser investigado depois quem um empresário não aceitou a proposta e procurou o Ministério Público para denunciar a situação.