Segurança

Taradão de Pinhais: homem pelado sai de matagal para importunar mulheres e desespera vítimas

O homem sai do mato sem roupas, grita para chamar a atenção das mulheres e começa a mexer no órgão genital, tudo isso em plena luz do dia

Mônica
Mônica Ferreira / Estagiária com informações da repórter Thais Travençoli da RIC Record TV, Curitiba
Taradão de Pinhais: homem pelado sai de matagal para importunar mulheres e desespera vítimas
(Foto: Reprodução/ RIC Record TV)

4 de novembro de 2021 - 15:06 - Atualizado em 4 de novembro de 2021 - 15:06

O Parque das Águas, em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, se tornou um lugar inseguro para as mulheres. A equipe da RIC Record TV conversou com duas vítimas do ‘taradão de Pinhais’, um homem que sai do mato sem roupas, grita para chamar a atenção das mulheres e começa a mexer no órgão genital, tudo isso em plena luz do dia.

O momento foi desesperador para ambas. Uma das vítimas sofreu o abuso no domingo (31) pela manhã. O marido dela estava fazendo corrida e ela ficou caminhando na pista, quando levou o susto.

“Era um domingo de manhã, eu estava caminhando, estava com meu esposo, ele foi correr na frente, e aí a hora que eu passei ali perto da mata, perto daquela passarela ali que vem de Piraquara, ele [o suspeito] apareceu. Eu ainda gritei para ele ‘vou chamar a polícia’ e ele ficava mexendo nas partes íntimas ainda, ficava assim bem abusado, sabe?”

relatou a vítima.

Segundo as vítimas, o homem sempre age assim. Quando a mulher está fazendo exercícios, caminhando, correndo no parque, o homem sai do mato sem roupas e começa a fazer gestos obscenos.

“Primeiro ele chama, faz um assobio assim, você olha e do nada ele já está totalmente pelado, totalmente nu. […] A minha reação no primeiro momento foi não acreditar no que estava vendo em pleno dia de semana de manhã. Imediatamente eu entrei em pânico, eu fiquei com muito medo e eu sai correndo”,

disse a vítima.

Ainda, a mulher relatou que não sabia para quem pedir socorro. “Você é colocada numa situação totalmente constrangedora, você fica com muito medo, não tem ninguém ali por você no momento não tinha ninguém então medo assim”.

Outra mulher que costuma ir ao parque todos os dias, foi alvo do rapaz na quinta-feira (28). Ela sempre dá duas voltas de bicicleta e depois duas a pé, foi durante a primeira volta a pé quando passava na curva do parque, que fica próxima a passarela da BR, que ele apareceu.

“A minha primeira volta caminhando eu escutei alguém mexendo falando ‘ou ou ou’, eu olhei e foi quando eu vi o cara pelado, ele estava se masturbando e ele dedicava aquele ato dele, acredito eu que para as mulheres que passavam ali naquele momento foi para mim. Ele falava ‘para você, para você, tá gostando? É para você”,

contou a vítima.

Uma das vítimas registrou o boletim de ocorrência e espera que algo seja feito. A outra procurou guardas municipais na guarita que tem dentro do parque e foi informada que eles sabem do problema.

“E eles falaram ‘olha, já tivemos vários relatos, a polícia já entrou lá, mas a mata é bem complicada’, falaram que era bem difícil o acesso lá e que eles não tinham muito o que fazer”,

desabafou a vítima.

“Agora a gente só tem relato que ele está fazendo ato obsceno, que ele está importunando as mulheres, mas o meu receio maior é que isso se transforme, sei lá, em algum abuso, em coisas piores”, disse a vítima.

Enquanto o homem não é preso, elas são obrigadas a mudar a rotina. “Eu ainda parei de caminhar de manhã, agora eu vou aos domingos, meu esposo está junto, tem mais gente no parque, mas a gente fica com muito medo”, afirma a vítima.