Segurança

Suspeito de distribuir notas falsas em Paranaguá é investigado

Homem investigado pelo despejo de notas falsas na região já foi preso em 2019 pelo mesmo crime

Caroline
Caroline Maltaca / Estagiária com supervisão de Giselle Ulbrich
Suspeito de distribuir notas falsas em Paranaguá é investigado
(Foto: Ilustrativa/Pixabay)

1 de dezembro de 2021 - 22:12 - Atualizado em 1 de dezembro de 2021 - 22:13

A Polícia Federal cumpriu mandados de busca e apreensão em Paranaguá, no litoral do estado, na tarde desta quarta-feira (1), devido a suspeita de distribuição de notas falsas no município. As investigações fazem parte da Operação Renitência que teve início ainda em julho deste ano, quando um comerciante local procurou a polícia informando ter recebido uma nota de R$ 100,00 falsificada.

Segundo as informações da vítima, o suspeito era uma pessoa já conhecida na cidade por repassar moeda falsa. Durante as investigações, informou a Polícia Federal, foi descoberto que o suspeito está ligado a outros crimes em Paranaguá. Além disso, o mesmo número de série da nota falsa apresentada era correspondente a outras apreensões na região, sem que ainda tivesse sido confirmada a autoria do crime.

Ainda conforme informou a Polícia Federal, a busca desta quarta resultou na apreensão de três aparelhos celulares utilizados pelo suspeito, que serão analisados na sequência da investigação. Agora, a Polícia Federal pretende identificar a origem das notas falsas e apurar se o suspeito mantém ligação com alguma organização criminosa responsável pelas falsificações.

Origem da Operação

O nome da operação faz alusão à renitência, que é a qualidade daquele que é persistente ou teimoso. Isso porque o suspeito, mesmo após ter sido preso em flagrante em 2019 por crime similar, continuou trocando notas falsas na cidade, insistindo na prática criminosa.