Segurança

“Sniper” do Sítio Cercado usa arma de pressão para atirar contra moradores e animais

De acordo com pelo menos 10 moradores, que reclamaram do mesmo homem, ele já chegou até mesmo a disparar contra uma igreja da região

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Thais Travençoli, da RIC Record TV Curitiba
“Sniper” do Sítio Cercado usa arma de pressão para atirar contra moradores e animais
(Foto: RIC Record TV Curitiba)

29 de setembro de 2021 - 15:09 - Atualizado em 29 de setembro de 2021 - 15:09

Um homem suspeito de atacar pessoas, cachorros e gatos com tiros de uma arma de pressão está aterrorizando os moradores do bairro Sítio Cercado, em Curitiba. A arma foi apreendida pela polícia e o suspeito foi indiciado por dano e lesões corporais. Se for flagrado agindo como “sniper” de novo, poderá ser preso preventivamente, conforme o delegado responsável pelo caso, Rinaldo Ivanike.

De acordo com pelo menos 10 moradores, que reclamaram do mesmo homem, ele já chegou até mesmo a disparar contra uma igreja da região. O suspeito usava bolinhas de gude, que foram apreendidas, e atingia quem passa pela rua e animais que circulavam pela via.

Segundo o delegado, o homem foi ouvido na delegacia e negou o crime. “Negou ter sido o autor desses disparos com essa arma, uma arma airsoft, e disse que nunca faria isso. Ele fica atirando de dentro da casa dele e é só por esporte”, explicou o delegado. O homem teria argumentado que atirou somente em um terreno.

Por telefone, a equipe do Balanço Geral Curitiba tentou falar com o homem, mas ele não deu informações sobre a situação e afirmou que só falará em juízo.