Segurança

Serrador morre atropelado em trecho escuro da BR-277, em Campo Largo

Não se sabe se o serrador achava que dava tempo de atravessar a rodovia, ou se não enxergou bem a aproximação do automóvel

Giselle
Giselle Ulbrich com informações do repórter cinematográfico Diogo Cordeiro, da RIC Record TV Curitiba
Serrador morre atropelado em trecho escuro da BR-277, em Campo Largo
Bicicleta da vítima (Foto: RIC Record TV)

24 de abril de 2021 - 11:49 - Atualizado em 24 de abril de 2021 - 11:49

O serrador Edimar Chabatoski dos Santos, 37 anos, foi morto após ser atropelado no início da noite desta sexta-feira (23), em Campo Largo, município da região metropolitana de Curitiba.

Conforme informações apuradas pelo repórter cinematográfico Diogo Cordeiro, da RIC Record TV, Edimar estava em sua bicicleta e tentou atravessar a BR-277, na altura do bairro Vila Otto, quando um Golf GTI, com uma família dentro, se aproximava. Não se sabe se Edimar achou que daria tempo de atravessar ou se não viu o automóvel. O fato é que ele, em sua bicicleta, foi atingido pelo carro e morreu na hora.

Um casal de amigos da vítima, Francisco Edilson Silveira e Elisangela Marques, esteve no local do acidente e contou que Edimar conhecia bem a região e estava indo num local combinar um horário para trabalhar neste sábado (24). O casal lamentou a perda do amigo, que era um homem trabalhador.

Segundo moradores, esse trecho da rodovia é muito perigoso e escuro à noite. Motoristas passam por ali em alta velocidade e esse não foi o primeiro acidente que causou mortes na região. Eles entendem que o local precisa de iluminação, passarela de pedestres e redutores de velocidade, para minimizar ou acabar com as tragédias no trecho.