Segurança

“Sensação de guerra”, declara morador de Guarapuava sobre noite de terror

Grupo criminoso tentou assaltar uma empresa de transporte de valores na cidade; veículos foram incendiados

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de William Bittar, da RICtv
“Sensação de guerra”, declara morador de Guarapuava sobre noite de terror
(Foto: Reprodução)

18 de abril de 2022 - 09:00 - Atualizado em 18 de abril de 2022 - 09:00

Os moradores de Guarapuava, na região Centro-Sul do estado, viveram momentos de terror e medo. Entre a noite deste domingo e a madrugada desta segunda-feira (18), um grupo de criminosos invadiu a cidade, na tentativa de assaltar uma empresa de transporte de valores, e fez populares de reféns. Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas, entre elas dois policiais.

Segundo testemunhas, os criminosos utilizavam roupas camufladas e fuzis. Para dificultar o trabalho dos policiais e dos agentes de segurança, a quadrilha incendiou veículos em frente a sedes da polícia e também em rodovias que dão acesso ao município.

Rodovias foram bloqueadas pelos criminosos (Foto: Reprodução)

Um morador, que possui um apartamento próximo a empresa alvo dos criminosos, contou que passou quase a noite toda deitado no chão da residência com medo dos criminosos.

“Em torno das 10 e pouco começou um barulho de tiros, mas pensamos que era um foguete. Eu saí na janela para ver e percebi que eram atiradores fortemente armados. Era armamento pesado, bombas, metralhadoras, sensação de guerra. Eu não fiquei olhando muito, logo deitei no chão. Moradores da região contaram que eles paravam as pessoas que subiam da Vila Carli e faziam um cordão humano. Fiquei muito apavorado”,

relatou Thiago Martins.

Os criminosos incendiaram dois caminhões em frente ao 16º Batalhão da Polícia Militar, para dificultar a saída de policiais. Moradores ainda contaram que a quadrilha estacionou veículos na rua da sede policial e disparou diversas vezes contra o batalhão.

(Foto: Reprodução/ Luciano Chinasso/ RICtv)

Dois policiais que estavam de plantão foram atingidos. Um deles foi encaminhado ao hospital em estado grave, após ser baleado na cabeça. Já o outro agente passou por uma cirurgia, pois foi atingido na perna.

Outros dois civis ficaram feridos, porém, não há informações sobre o estado de saúde deles.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.