Segurança

Receita Federal apreende três cargas de cocaína no Porto de Paranaguá

Setecentos e cinquenta e dois quilos da droga estavam em três contêineres que seriam enviados para a Holanda e Bélgica

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Receita Federal apreende três cargas de cocaína no Porto de Paranaguá
Foto: Divulgação/Receita Federal

19 de abril de 2021 - 18:10 - Atualizado em 19 de abril de 2021 - 18:56

A Receita Federal apreendeu três cargas de cocaína apenas nesta segunda-feira (19) no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. Ao todo, foram encontrados 752 Kg da droga escondida em cargas que seguiriam para o exterior. 

Durante a manhã, a cocaína foi localizada em dois contêineres: um deles com 223, 5 Kg do entorpecente em meio a um carregamento de máquinas e peças com destino ao Porto de Antuérpia, na Bélgica, e o outro, com 41,5 Kg da droga camuflada no compartimentos dos motores de um contêiner refrigerado que seria embarcado para a Holanda.

Segundo a Receita, em ambos os casos, os métodos usados indicam que as tentativas de tráfico internacional não contaram com a participação do exportador.

Já durante a tarde, uma terceira carga do entorpecente foi localizada. Dessa vez, tábuas de madeira foram preparadas para acondicionar 487 kg de cocaína, que também seria enviada para o Porto de Antuérpia, na Bélgica. 

Ainda conforme a receita, o modo de acondicionamento da última apreensão indica um planejamento maior, com participação dos responsáveis pela acomodação da carga no contêiner. As informações sobre os casos foram repassadas à Polícia Federal para que se tente localizar os envolvidos.

Com as três ações de hoje, a Receita Federal contabiliza sete apreensões de cocaína no Porto de Paranaguá neste ano, totalizando 1.137 kg. É a primeira vez que o órgão registra três apreensões de cocaína em uma mesma unidade em 24 horas no país.

De acordo com a Receita Federal, em 2020, foram apreendidas 6,9 toneladas de cocaína no Porto de Paranaguá.

Do Paraná para o mundo

Em fevereiro deste ano, uma reportagem do jornalista Marc Sousa, da RIC Record TV, mostrou que o Porto de Paranaguá é uma das principais portas de saída de drogas que seguem do Brasil para o exterior. Para se ter uma ideia do volume da exportação de entorpecentes, entre os anos de 2010 e 2020, foram apreendidas no Porto de Paranaguá 35.301 quilos de cocaína, perdendo apenas para o Porto de Santos, em São Paulo, onde foram apreendidas 101.135 quilos.