Segurança

Quatro pessoas são indiciadas por fraudarem atestados médicos em Londrina

Entre os envolvidos, está um casal que fornecia receituários falsos para estudantes

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da PCPR e RIC Record TV Londrina
Quatro pessoas são indiciadas por fraudarem atestados médicos em Londrina
Foto: Arquivo/RIC Record TV Londrina

2 de dezembro de 2021 - 12:45 - Atualizado em 2 de dezembro de 2021 - 12:46

Foi concluído o inquérito que investigava crimes relacionados a atestados e receituários médicos, em Londrina, norte do Paraná. Nesta quarta-feira (1º), quatro pessoas, três de 28 anos e uma de 57, foram indiciadas por associação criminosa e falsificação desses atestados.

A primeira fase desta operação aconteceu em 2019. Na residência do casal investigado, foram encontrados documentos falsos em nome de médicos e dentistas, que negaram terem emitido tais atestados e receituários. Também foram descobertos carimbos, anotações e assinaturas falsos.

“Principalmente o homem era muito procurado por graduandos da UEL para fornecimento de atestados e receitas médicas. Muitas vezes, a própria esposa desse rapaz, que era graduanda de nutrição, fazia esse intermédio”,

explica o delegado Thiago Vicentini.

Já em 2020, na segunda fase, foi descoberto que parte da associação criminosa possuía envolvimento na venda irregular de medicamentos. Na ocasião, foram cumpridos mandados em Londrina e também em Cuiabá, no Mato Grosso. Um dos indiciados trabalhou por muito tempo em farmácia.