Segurança

Prefeitos de Boa Vista da Aparecida e Umuarama são apontados como “chefes” de organização criminosa, segundo PF

Os presos na operação são prefeitos, servidores públicos e empreiteiros das cidades de Umuarama, Boa Vista da Aparecida, Perobal, Três Barras, Santa Helena, Guaíra e Uruará, no Pará.

Aline
Aline Cristina / Repórter
Prefeitos de Boa Vista da Aparecida e Umuarama são apontados como “chefes” de organização criminosa, segundo PF
(Foto: PF)

26 de outubro de 2021 - 09:52 - Atualizado em 27 de outubro de 2021 - 09:08

Leonir dos Santos, prefeito de Boa Vista da Aparecida, no Oeste do Paraná, está novamente envolvido em crimes. Dessa vez a situação não tem envolvimento com “galos”, mas sim corrupção. O prefeito é apontado pela Polícia Federal como coordenador de um grupo que estava agindo em várias cidades. Outro chefe do executivo que é apontado como cabeça do grupo, ao lado do prefeito de Boa Vista da Aparecida, é Celso Pozzobom,  prefeito de Umuarama, no Centro Oeste.

Leia Mais: Prefeito do PR é preso com galos de rinha pela segunda vez neste ano

Os dois prefeitos são apontados como coordenadores de um esquema envolvendo licitações, que estava sendo investigado há pelo menos um ano pela polícia.  Diante das evidências, na manhã desta terça-feira (26) foi possível o cumprimento de 28 mandados judiciais de busca e apreensão, em seis estados do Paraná e um no estado do Pará.

A Polícia Federal informou que o  secretário de administração de Boa Vista, ao ver movimentação policial na cidade e se dar conta de que também poderia ser um dos alvos, empreendeu fuga de casa antes da chegada dos policiais e se escondeu no cemitério municipal. No entanto, ele foi localizado e teve o aparelho de celular apreendido.

Segundo o delegado Mateus Marins Correa de Sá, os presos na operação são prefeitos, servidores públicos e empreiteiros das cidades de Umuarama, Boa Vista da Aparecida, Perobal, Três Barras, Santa Helena, Guaíra e Uruará, no Pará.

Investigação

A investigação começou a partir de uma denúncia, informando que empreiteiros estariam se reunindo com chefes do executivo para fraudar o caráter competitivo de procedimentos licitatórios envolvendo o setor de obras de municípios da região.

Ao longo das investigações, foi possível descobrir ao menos duas organizações criminosas, estruturalmente ordenadas e com atuações bem definidas, as quais, sob a anuência e coordenação dos Prefeitos de Boa Vista da Aparecida e Umuarama (atualmente afastado), se reuniam para direcionar licitações a empresários integrantes do grupo, superfaturar seus valores e posteriormente pulverizá-los entre os agentes públicos e empresários que participavam do esquema.

Em uma das licitações apontadas como fraudulentas, a polícia descobriu que uma uma empresa de distribuição de chopp estava licitando pavimentação urbana.

“Chefes”

Os dois prefeitos apontados como “cabeças do grupo”, pela PF, já são conhecidos da polícia, O prefeito de Boa Vista da Aparecida, no Oeste do Estado, foi detido duas vezes transportando galos de rinha. Em uma das situações , ele estava com um carro do poder executivo.

Já Celso Pozzobom, prefeito de Umuarama, no Centro Oeste do Estado, está afastado de suas funções após pedido do Ministério Público do Paraná. 

Ele foi afastado depois de ter o nome envolvido em uma operação que investiga a atuação de uma organização criminosa suspeita de praticar os crimes de peculato e falsidade ideológica a partir de desvios na área da Saúde no município, além de fraudes em licitações, e contratações diretas, superfaturamentos e corrupção.

A Operação Metástase foi deflagrada em maio deste ano, com uma segunda fase sendo realizada no mês seguinte. A operação investiga diversos crimes de lesão ao erário no município que podem chegar a R$ 19 milhões.

Nota

Em vídeo, publicado nas redes sociais da prefeitura de Boa Vista da Aparecida, o prefeito Leonir dos Santos falou sobre a operação realizada pela Polícia Federal nesta terça-feira (26) . Leonir relatou que a PF esteve em sua residência, nas primeiras horas do dia a procura de documentos. Clique para ver o vídeo na íntegra.

“Levaram meu celular, minha agenda de trabalho. Depois estive na prefeitura e fui informado que eles também haviam passado pelo local. eles foram também foram na casa da minha chefe de gabinete. Estou aqui de cabeça erguida e estou tranquilo. Eu e minha equipe estamos a disposição da polícia para qualquer esclarecimento.”

reprodução vídeo – Leonir dos Santos, prefeito da Boa Vista da Aparecida

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura de Santa Helena, o município não foi notificado por nenhuma força de segurança e inexistente fatos que associam a prefeitura a operação.

A reportagem tenta contato com o prefeito afastado de Umuarama, assim como todas as prefeituras citadas na matéria.