Segurança

Possíveis envolvidos na morte de jovem que foi encontrado carbonizado são presos

Os suspeitos foram detidos após uma denúncia; com eles, a polícia encontrou R$ 9 mil em dinheiro, um carro roubado, uma arma e drogas

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Marcelo Borges, da RIC Record TV Curitiba
Possíveis envolvidos na morte de jovem que foi encontrado carbonizado são presos
(Foto: Reprodução/RIC Record TV)

27 de novembro de 2021 - 14:25 - Atualizado em 27 de novembro de 2021 - 14:25

Dois homens, que podem ter envolvimento com a morte do jovem encontrado carbonizado dentro do porta-malas de um carro, foram presos na noite desta sexta-feira (26), em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Os suspeitos estavam em uma cancha de futebol na Colônia Rio Grande e foram detidos após a equipe de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE) receber uma denúncia.

De acordo com a família, a vítima encontrada carbonizada em um carro modelo Monza entre a noite de terça-feira (23) e a madrugada de quarta-feira (24) se trata de Lucas Coutinho. O jovem era líder de uma invasão no bairro Tatuquara, em Curitiba. Conforme a companheira de Lucas, vizinhos viram o rapaz ser baleado e colocado no porta-malas do veículo. O automóvel com o corpo foi localizado em Fazenda Rio Grande.

“Eu cheguei do serviço e estava conversando com a minha irmã sobre umas coisas que estavam acontecendo, a gente estava comentando sobre ele. Nisso que a gente estava conversando, escutei mais ou menos uns cinco tiros, que foi o que eu escutei, teve gente que falou que foram mais, eu não cheguei a escutar porque eu larguei tudo e saí correndo, fui lá para baixo. E chegando lá, ele não estava mais lá, só estava o povo falando que tinham levado ele, que tinham colocado ele no Monza e tinham levado, saíram aqui da invasão com ele. E nisso de madrugada, mais ou menos uma hora da manhã, eu fui ficar sabendo do carro na Fazenda Rio Grande”,

relatou a mulher, que preferiu não ser identificada.

Os suspeitos foram abordados e, com eles, os policiais militares encontraram cerca de R$ 9 mil, maconha, uma pistola calibre 9mm, munições e um carro roubado.

“A equipe estava em patrulhamento na região de São José dos Pinhais na noite desta sexta-feira e, em determinado momento, foi abordada por uma pessoa que não quis se identificar por medo de sofrer represálias, a qual informou que em uma cancha de futebol ali na Colônia Rio Grande, na cidade de São José dos Pinhais mesmo, estariam dois indivíduos que teriam cometido um homicídio na madrugada de quarta-feira na região do Taquara, e posteriormente teriam queimado esta vítima em Fazenda Rio Grande, dentro de um veículo. E também que ambos estariam armados e em posse de um veículo roubado”,

explicou o soldado Prado, da Rone.

Ao serem questionados sobre o homicídio, os suspeitos negaram envolvimento com a morte de Lucas. Um dos homens, de primeiro nome Wesley, é ex-presidiário e estava sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. O outro, identificado como Rodrigo, tinha mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. Ambos seriam integrantes de uma organização criminosa.

A Polícia Civil deve investigar se os suspeitos tem relação com o caso.