Segurança

Padrasto cria perfil falso para abusar sexualmente de enteada e é preso em Ponta Grossa

A vítima diz que os abusos aconteciam há pelo menos quatro anos

Guilherme
Guilherme Fortunato / Editor com informações Polícia Civil
Padrasto cria perfil falso para abusar sexualmente de enteada e é preso em Ponta Grossa
(Foto: ilustração / Pixabay)

23 de junho de 2022 - 11:30 - Atualizado em 23 de junho de 2022 - 11:33

Um homem, de 45 anos, foi preso pela Polícia Civil de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, na manhã desta quinta-feira (23), acusado de abusar sexualmente da enteada, de 17 anos. Segundo a vítima, os abusos aconteciam há pelo menos quatro anos.

Conforme a denúncia, a adolescente tinha 13 anos, quando o suspeito criou um perfil falso nas WhatsApp, se passando por uma menina. Ele trocava mensagens com a enteada e com esse perfil passou a aliciar a adolescente com conversas de cunho sexual, ameaçando a vítima de ter relações sexuais com o padrasto.

A acusação foi feita pela mãe e pela própria adolescente, que segundo a polícia, não aguentava mais ser submetida aos abusos do suspeito.

O padrasto da vítima foi encaminhado ao presídio Hildebrando de Souza e será indiciado por estupro e violência doméstica.