Segurança

Motorista de ônibus é demitido após briga de trânsito com motoboy e dá sua versão: “ele segura a moto”

O motorista afirmou que o motociclista “forjou” a tentativa de atropelamento e disse ter imagens que comprovam a sua versão do caso

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Marcelo Borges, da RIC Record TV Curitiba
Motorista de ônibus é demitido após briga de trânsito com motoboy e dá sua versão: “ele segura a moto”
(Foto: RIC Record TV Curitiba)

27 de outubro de 2021 - 12:12 - Atualizado em 27 de outubro de 2021 - 12:12

O motorista de ônibus que se envolveu em uma confusão com um motoboy após uma briga de trânsito, foi demitido da empresa de transporte coletivo em que trabalhava na terça-feira (26). Gilson Venâncio Ferreira foi dispensado por justa causa. Ainda, o motorista afirmou que o motociclista “forjou” a tentativa de atropelamento e disse ter imagens que comprovam a sua versão do caso.

O motorista do ônibus contou que não teve espaço para falar sobre a situação na empresa e que foi demitido sem poder se justificar. “Eu sou motorista há mais de 20 anos, nunca tive problema nenhum quanto a isso, trabalhei em várias empresas aqui dentro da cidade, agora tô passando por uma situação dessa. A empresa não quis nem saber, nem conversar comigo, simplesmente me deram a carta de demissão por justa causa”, disse ele.

Ferreira também afirmou que gravou a cena e, em suas imagens, é possível ver o motoboy trafegando lentamente na sua frente, impedindo que ele passasse, com a intenção de “forjar” uma tentativa de atropelamento.

“Me veio uma luz na minha cabeça e eu comecei a gravar. Normalmente eu não faço isso. Mas como eu vi que ele estava tentando me prejudicar, as minhas imagens estão mostrando para vocês o quanto ele está segurando a moto, filmando e falando que eu estava tentando atropelar ele. Você acha que eu ia atropelar um motoqueiro? Uma moto anda muito mais do que um ônibus. E ele segura a moto toda hora para tentar forjar que eu estou tentando atropelar ele.”

disse o motorista.

O advogado de Ferreira, Vinicios Cardozo, frisou que o motociclista estava tentando dar causa a um acidente. “As imagens não deixam outra interpretação que não essa, que na verdade o motociclista estava tentando dar causa a um acidente, ele estava tentando dar causa a um imprudência, gerando uma imprudência que poderia vitimar não só ele, como trazer diversos prejuízos à empresa, ao seu Gilson e até a integridade física dos outros passageiros”.

Na segunda-feira (25), o motoboy foi ouvido pela equipe da RIC Record TV Curitiba e disse que o motorista do ônibus estava o perseguindo, tentando atropelá-lo após uma briga de trânsito e jogando o ônibus para cima da moto.

“O ônibus entrou virando com tudo para o meu lado, daí eu peguei e já diminui, tirei uma foto, normal, pra se acontecer alguma coisa, né. Aí no que eu fui tentar passar ele, ele já me jogou para o canteiro, daí eu me indignei, fui tentar passar de novo, ele tentou de novo. Nisso eu peguei, estava cruzando a Izaac, eu peguei o celular e fiz aquele vídeo”.

relatou o motoboy.