Segurança

Marilyn Manson é acusado de torturar mulheres e prendê-las em cela de vidro

Artista já possui 15 acusações de abuso sexual

Carol
Carol Machado / Produtora Jr
Marilyn Manson é acusado de torturar mulheres e prendê-las em cela de vidro
Marylyn Manson é acusado de tortura (Foto: reprodução Instagram)

18 de novembro de 2021 - 11:25 - Atualizado em 18 de novembro de 2021 - 11:42

Brian Warner, mais conhecido como Marilyn Manson, foi acusado de abuso psicológico. A denúncia surgiu no último domingo (14). Segundo depoimento, Manson trancou mulheres em uma cela de vidro por horas. O artista já possui mais de 15 acusações de abuso sexual.

Ashley Walters, uma ex-funcionária de Manson, concedeu uma entrevista a revista Rolling Stone, e afirmou que o cantor utilizava uma cela de vidro no apartamento como um local de tortura. Evan Rachel Wood, Ashley Morgan e a modelo Sarah McnNeily, ex- namoradas de Manson, também falaram sobre os abusos físicos e psicológicos.

De acordo com os depoimentos, a cela à prova de som era de vidro e ficava no canto de uma sala no apartamento de Manson, localizado na Califórnia. As mulheres ficavam presas no local durante horas, era como um ‘castigo’. Se uma delas fizesse algo que o cantor não gostasse iria para o “quarto das meninas más”.

“Primeiro ele fazia soar como algo legal. Depois, usava como uma forma de punição. Mesmo que gritasse, ninguém podia me ouvir. Você lutava e ele gostava dessa reação. Aprendi a não lutar, porque isso dava a ele o que ele queria. Então acabava indo para algum outro lugar dentro da minha cabeça”.

relatou Walters

A vítima relembrou que Manson já havia falado publicamente sobre a cela de vidro. Em 2012, o cantor disse: “Se alguém se portar mal, posso prendê-la ali na cela, que é à prova de som.”

Sarah McNeilly, ex-namorada de Manson, disse à reportagem que foi presa na cela de vidro como castigo após falar sobre um ex-namorado: “Foi absolutamente assustador, porque ali a máscara caiu e foi possível ver o que ele era capaz de fazer”. 

Em junho deste ano, Walters apresentou um processo contra Manson alegando vários crimes como agressão sexual, importunação sexual, assédio sexual e estresse emocional entre outras acusações.

Walters não foi a única, a atriz Esmé Bianco, entrou com um processo alegando abuso sexual. Evan usou o Instagram para falar abertamente sobre o assunto.

“O nome do meu abusador é Brian Warner, também conhecido como Marilyn Manson. Ele começou a me aliciar quando eu era apenas uma adolescente e abusou horrivelmente de mim durante anos. Fui submetida a uma lavagem cerebral e manipulada até a submissão”

relatou a atriz

Manson publicou em seu Instagram relatando que tudo o que foi falado pelas vítimas são distorções da realidade:

Obviamente, minha arte e minha vida sempre foram ímãs para polêmica, mas essas afirmações recentes sobre mim são uma distorção horrível da realidade. Meus relacionamentos íntimos sempre foram inteiramente consensuais com parceiros que pensam da mesma maneira. Independentemente de como – e por quê – os outros agora estão optando por representar mal o passado, essa é a verdade.

escreveu o artista

Mesmo com diversas acusações na justiça e dos depoimentos das vítimas relatando sobre a violência, o artista e seus advogados negam os crimes.