Segurança

Mãe suspeita de matar a filha com deficiência confessa que torturava a vítima

A mulher alegou que esquentava uma colher no fogão e fazia as queimaduras na filha, como forma de correção; confissão surpreendeu o advogado da suspeita e até a polícia

Mônica
Mônica Ferreira / Produtor Jr com informações de Tiago Silva, da RICtv e supervisão de Giselle Ulbrich
Mãe suspeita de matar a filha com deficiência confessa que torturava a vítima
(Foto: Reprodução/RICtv)

1 de julho de 2022 - 19:41 - Atualizado em 1 de julho de 2022 - 19:41

Otília Bras, de 46 anos, suspeita de matar a própria filha, que era portadora de uma deficiência, confessou que queimou a vítima antes da filha morrer. A confissão foi feita durante a reconstituição do caso, que aconteceu na tarde desta sexta-feira (1º). O corpo da vítima, Maria Salete, de 32 anos, foi encontrado no dia 4 de maio em uma residência no bairro Cajuru, em Curitiba.

De acordo com o Delegado Tito Barichello, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o objetivo da reconstituição é compreender toda a dinâmica do que ocorria no local do crime.

“A partir disso, o Ministério Público do Paraná terá condições de ofertar uma denúncia de acordo com a realidade e fatos graves ficaram comprovados”,

afirmou o delegado Tito Barichello.

Ainda de acordo com o profissional, “A Polícia Civil compreendeu que ocorreu um homicídio e a causa da morte veio das inúmeras lesões espalhadas pelo corpo. O laudo é inconclusivo, mas traz lesões assustadoras de queimaduras do dedo do pé até a cabeça”, disse o delegado.

A mulher alegou que como forma de correção esquentava uma colher no fogão e utilizando essa colher para fazer as queimaduras na vítima.

A própria defesa da suspeita se surpreendeu com a confissão. “A dona Otília tem problemas mentais aparentes, é claro que não sou médico ou psiquiatra para avaliar. Mas pela experiência de vida, nós vemos uma mulher com uma confusão mental muito grande”, disse o advogado, José Valdeci de Paula, que solicitou um exame de sanidade mental para Otília.