Segurança

Idosa com câncer era mantida em cárcere privado por marido em Umuarama

Duas armas de fogo de fabricação artesanal foram apreendidas na residência

Mayara
Mayara Zeviani / Estagiária Com supervisão de Renan Vallim
Idosa com câncer era mantida em cárcere privado por marido em Umuarama
Armas de fogo de fabricação artesanal foram apreendidas na residência (Foto: PM)

15 de outubro de 2021 - 12:17 - Atualizado em 15 de outubro de 2021 - 12:17

Um homem de 81 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (14) pela lei Maria da Penha, acusado de manter a sua esposa em cárcere privado no Parque das Jabuticabeiras, na cidade de Umuarama. A vítima, de 72 anos, tem câncer e era impedida até mesmo de seguir com tratamentos médicos.

A denúncia foi feita pela filha da vítima alegando que o atual companheiro de sua mãe a impedia de sair de casa para qualquer circunstância. A mulher teria sido impossibilitada até mesmo de se vacinar contra o covid-19.

A Polícia Militar compareceu à residência onde o homem mantinha a esposa. Os policiais foram atendidos pela janela e o suspeito negou que a esposa precisava de atendimentos médicos. Ele também não deixou a mulher conversar com os policiais.

Diante da confirmação dos fatos, a equipe solicitou reforço e isolou a casa. Foi nesse momento que a vítima apareceu na janela e comunicou que não poderia sair pois o autor não permitia. O homem então entrou em contato pelo 190 e, após as orientações da PM, o autor resolveu sair da residência.

Em conversa com a polícia, o homem revelou que haviam duas armas de fogo, uma espingarda e uma garrucha, no interior da casa que foram construídas por ele mesmo. As armas foram apreendidas e encaminhadas a delegacia juntamente com o autor que recebeu voz de prisão e deve responder legalmente pelo crime de cárcere privado.

A mulher foi encaminhada pela equipe acompanhada de sua filha ao Hospital Uopeccan onde já havia uma consulta médica agendada para aquela data.