Segurança

Homem morto em confronto com a PM em Londrina mantinha mulher em cárcere privado

A vítima contou aos policiais que fingiu passar mal para conseguir sair de casa e pedir socorro à equipe

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da RICtv
Homem morto em confronto com a PM em Londrina mantinha mulher em cárcere privado
(Foto: Eliandro Piva/RICtv Londrina)

28 de janeiro de 2022 - 18:07 - Atualizado em 28 de janeiro de 2022 - 18:07

O homem morto na tarde desta sexta-feira (28), em confronto com a Polícia Militar de Londrina, no Norte do Paraná, mantinha uma mulher em cárcere privado há duas semanas, conforme informações da PM. Em depoimento aos policiais, ela contou que fingiu passar mal para conseguir sair de casa e pedir socorro aos policiais.

A equipe disse que, ao receber a denúncia da vítima, foi até a Rua Ermelindo Leão. Chegando no endereço, eles disseram terem visto algumas crianças saindo do local. Ao entrarem na casa, encontraram o homem armado com um revólver de calibre 32 mm. Ele tentou reagir, dando início ao confronto.

O Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) chegou a ser acionado, mas o homem morreu no local, antes da chegada dos socorristas. Ele era foragido da cadeia de Assaí, na mesma região do Estado, e tinha diversas passagens pela polícia.

De acordo com as informações apuradas pela equipe da RICtv, a mulher disse aos policiais não ter qualquer relação com o homem. Ela disse apenas que ele havia invadido sua residência e a mantinha presa. O revólver usado no confronto foi apreendido. O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil.

Policial, serviços, política, saúde, economia… Tem isso e tudo o que acontece no Paraná no RIC Mais. Clique aqui e mande sua sugestão de pauta.