Segurança

Homem é preso suspeito de causar incêndio na casa da ex e quase matar filho de três anos

As duas casas que ficavam no quintal e um carro foram atingidos pelas chamas

Mônica
Mônica Ferreira / Estagiária com informações de Daniel Santos, da RICtv
Homem é preso suspeito de causar incêndio na casa da ex e quase matar filho de três anos
(Foto: Reprodução/RICtv)

23 de fevereiro de 2022 - 16:16 - Atualizado em 23 de fevereiro de 2022 - 16:16

Um homem é suspeito de atear fogo na casa da ex-namorada por vingança, na rua Antônio Nelson, na Cidade Industrial de Curitiba. O rapaz, de 26 anos, teria aproveitado a visita ao filho, de apenas três anos, para agir contra Jessica Ferreira, de 25 anos, mãe do garotinho.

De acordo com informações apuradas pela equipe da RICtv, após um passeio com o filho, o suspeito decidiu começar uma discussão com Jessica. A jovem relatou que o ex-namorado estava com duas facas escondidas na calça.

“Entrou aqui para provocar uma discussão para eu encarar ele e ele enfiar dentro da minha barriga [a faca] para me matar. […] Me xingou de tudo que tem de pior no mundo”,

disse a vítima.

Ainda conforme a reportagem, depois de ameaçar, brigar, ser expulso e contido pelos tios que presenciaram a discussão, o homem incendiou o imóvel e colocou em risco a vida da ex-namorada, da ex-sogra e do próprio filho. “Quando eu escutei aquele estouro, eu sai correndo e a fumaça já estava tampando tudo”, disse Maria Aparecida, ex-sogra do suspeito.

O caso aconteceu no último domingo (20). Segundo informações preliminares, as duas casas que ficavam no quintal e um carro foram atingidos pelas chamas. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o fogo já havia se espalhado pelo local. Por sorte, ninguém se feriu.

De acordo com a vítima, o rapaz não aceitava a separação e, ao descobrir que Jessica estava em um novo relacionamento, resolveu se vingar.  

“Ele era muito agressivo, pessoa agressiva não dá para ficar junto. Sempre ameaçando e xingando, que mulher que quer ter uma vida assim, não dá para aguentar”,

contou a jovem.

Depois do ocorrido, o rapaz se apresentou à polícia e foi preso. O caso está sendo investigado pela Delegacia da Mulher.

“Pessoa não tem coração e nem amor no filho, ele podia ter matado todo mundo aqui. Um cara desse tem que apodrecer na cadeia e a hora que ele sair de lá, provavelmente vai vir atrás para me matar”, desabafou Jessica.

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!