Segurança

Homem é multado em R$ 140 mil por deixar gado pastar em área de proteção ambiental

A APP tem pouco mais de 27 hectares e fica às margens dos rios Coroa e Ivaí, servindo como proteção para ambos

Renan
Renan Vallim / Repórter
Homem é multado em R$ 140 mil por deixar gado pastar em área de proteção ambiental
Policiais identificaram os rastros dos animais na área de proteção | Foto: Polícia Ambiental

22 de abril de 2022 - 10:28 - Atualizado em 22 de abril de 2022 - 10:28

Um homem foi multado em R$ 140 mil por deixar que o gado da sua propriedade pastasse em Área de Preservação Permanente (APP). A situação foi constatada pela Polícia Ambiental.

A área fica na zona rural da cidade de Tapira, no noroeste do Paraná. Os policiais ambientais foram até o local após receberem uma denúncia anônima. A APP tem pouco mais de 27 hectares e fica às margens dos rios Coroa e Ivaí, servindo como proteção para ambos.

Leia também: Trio é preso com peças de carros furtadas em ferro-velho de Umuarama

Ao chegarem ao local, os policiais ambientais identificaram os rastros dos animais na área e viram os animais ao longe, também na APP. Outro indício encontrado pelos policiais é de que a cerca da propriedade vizinha à área estava aberta. O proprietário foi identificado e autuado.

O pastoreio em Área de Preservação Permanente dificulta a regeneração da vegetação nativa e, por isso, é proibido. De acordo com a lei, o valor da multa é calculado com base na área à qual o gado teria livre acesso.

Polícia visualizou animais na APP | Foto: Polícia Ambiental
Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!