Segurança

Golpe da aproximação do cartão: tecnologia virou alvo de furtos; saiba prevenir

Golpistas furtam dinheiro em cartão de crédito aproximando da maquininha

Maria Eduarda
Maria Eduarda Paloco / estagiária com informações de RICtv
Golpe da aproximação do cartão: tecnologia virou alvo de furtos; saiba prevenir

2 de julho de 2022 - 05:40

A tecnologia de aproximação dos cartões de crédito e débito dispensa senhas para realizar transações financeiras e, por isso, está sendo alvo de golpes em todo o Brasil. Para furtar o dinheiro de uma conta, os golpistas aproximam máquinas de cartão em carteiras e bolsas de pessoas em locais aglomerados. Dessa forma, o dinheiro é debitado.

Caso o cartão não tenha limite de compras por aproximação, o risco de prejuízo pode ser ainda maior. O tenente Emerson Castro, da Polícia Militar (PM), explica como o golpe é aplicado.

“Devido às distrações, os bandidos encobrem a maquininha de cartão já com o valor previamente definido, e esses bandidos colocando invólucro em cima dessa máquina, acabam dentro de um ônibus colocando em contato com os corpos das pessoas, em bolsas, bolsos traseiros de vestimentas e essa pessoa, se tiver a sorte de contatar um cartão de crédito come essa função, esse cartão vai efetuar o pagamento e, posteriormente, as pessoas que são vítimas vão saber do golpe”

conta o tenente.

Em Londrina, no norte do Paraná, uma mulher foi vítima do golpe durante os treinos na academia. Ela começou a receber notificações no celular de compras na fatura de seu cartão de crédito. As notificações vinham de um mercado, ao lado da academia.

Ao se dar conta da coincidência dos fatos, a vítima levou o marido para ficar ao lado de fora do local, enquanto treinava. Ele percebeu que uma das funcionárias saiu e foi até o mercado, e então flagrou o golpe.

Saiba como prevenir

Existe uma tecnologia que previne este tipo de furto por aproximação, o bloqueio de identificação de frequência de rádio. Carteiras com bloqueio já podem ser encontradas no mercado. Elas são capazes de impedir a comunicação entre o cartão e a maquininha.

Outra opção mais barata, e ainda assim eficiente, é usar uma camada de papel alumínio na carteira. O metal é capaz de bloquear a comunicação do cartão, e assim, evitar esse tipo de furto.

O tenente Emerson sugere uma outra alternativa, que é cancelar a função do cartão. Isso pode ser feito diretamente com o banco ou pelo aplicativo em questão.