Feminicídio

Homem que matou a esposa em Colombo é preso no litoral do Paraná

Cleverton foi localizado após usar o cartão de débito da vítima para se esconder; o crime foi cometido na frente dos filhos do casal

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de Willian Bittar, da RICtv
Homem que matou a esposa em Colombo é preso no litoral do Paraná
Foto: Reprodução/RICtv

6 de janeiro de 2022 - 19:17 - Atualizado em 7 de janeiro de 2022 - 09:51

Um homem procurado por ser o principal suspeito de assassinar a própria esposa na frente dos filhos em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, foi preso em Pontal do Paraná, no litoral do estado, nesta quinta-feira (6). Ana Paula de Araújo Fernandes, de 29 anos, foi encontrada morta na casa da família durante a madrugada da última quarta-feira (5).

De acordo com a Polícia Civil, Cleverton Luis de Andrade Júnior foi abordado quando transitava às margens da Rodovia Engenheiro Darci Gomes de Moraes, trecho que passa pelo bairro Pontal do Sul. Antes mesmo de ser detido, ele confessou que assassinou a esposa a facadas e que, após fugir para o litoral, tentou tirar a própria vida ao “se jogar no mar, ingerir remédios para rato e tentar ser atropelado na rodovia”. 

Cleverton também informou à polícia que usou o cartão de débito da esposa para pagar uma pousada onde se hospedou na noite de quarta-feira (5).

Aniversário e assassinato

Segundo familiares da vítima, Ana Paula e Cleverton estavam juntos há quatro anos, mas o relacionamento era conturbado e marcado por brigas e discussões. Recentemente, ela teria inclusive voltado para a casa da mãe, entretanto, decidiu dar mais uma chance ao marido e retornou para a residência com os filhos, de 3 e 4 anos.

Na noite do crime, era o aniversário de um dos filhos do casal e Cleverton teria chegado em casa alterado, devido ao possível uso de drogas. Incomodados com a situação, alguns parentes o cobraram pela atitude, já que, segundo contam, ele é usuário e já chegou a roubar dinheiro da própria esposa, por conta da dependência química.

Mais tarde, já na madrugada desta quarta-feira (5), a mãe e o irmão do suspeito, que moram em uma residência em frente à casa da família, ouviram choros e gritos das crianças. Preocupados, foram até o local, mas encontraram a porta trancada. O tio das crianças então pulou a janela e se deparou com a nora caída, ferida com duas facadas.

A mulher já estava morta. Segundo o tio, uma das crianças falou “papai matou a mamãe”, já a outra disse que “a mamãe está dormindo”. Os familiares então acionaram a polícia e o óbito foi constatado.

Ainda conforme relatos dos familiares, após o crime, Cleverton passou em um ponto de comércio de drogas e informou que iria para Maringá, na região noroeste do estado, para encontrar familiares.

Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!