Segurança

Família faz missa para casal assassinado e pede investigação; caso está há 4 anos sem solução

Missa será às 9h30 deste domingo (19) na igreja Nossa Senhora da Paz, no bairro Boqueirão, em Curitiba

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Família faz missa para casal assassinado e pede investigação; caso está há 4 anos sem solução
(Foto: Reprodução / Redes Sociais)

18 de setembro de 2021 - 13:58 - Atualizado em 18 de setembro de 2021 - 13:58

Familiares de Ricardo Cordeiro e Juliane Matos – assassinados a tiros no bairro Boqueirão, em Curitiba, em 2017 – farão uma missa na manhã deste domingo (19) não só em memória ao casal, mas também como forma de protesto. Eles querem cobrar da polícia os quatro anos que já se passaram sem solução para o crime. O filho do casal, na época com dois anos, foi poupado pelos assassinos e até hoje lembra cada detalhe do homicídio.

A missa será ás 9h30 na Igreja Nossa Senhora da Paz, no bairro Boqueirão, em Curitiba. A família diz que rotineiramente vai até a Delegacia de Homicídios e Proteção á Pessoa (DHPP) e pergunta à polícia quais foram os avanços da investigação e o que podem fazer para ajudar. Mas, até hoje, nenhum dos familiares faz ideia de qual foi o motivo do crime e quem o cometeu.

Na época – dia 20 de setembro de 2017 – o casal teve a residência, na Rua Carlos Essenfelder pelos bandidos, que mataram os Ricardo e Juliana a tiros. A criança, na época com 2 anos e sete meses e atualmente com sete anos, está sob a guarda da avó, mão de Ricardo, que diz que a criança descreve com detalhes cada pedaço da execução dos pais.