Segurança

Em briga generalizada, criança é atingida por paulada na cabeça; suspeito foi preso

A criança foi levada até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pinhais, levou oito pontos e não está conseguindo ouvir do lado esquerdo

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Thais Travençoli, da RICtv
Em briga generalizada, criança é atingida por paulada na cabeça; suspeito foi preso
(Foto: Reprodução/ RICtv)

16 de dezembro de 2021 - 15:23 - Atualizado em 16 de dezembro de 2021 - 15:23

Um menino, de nove anos, levou uma paulada na cabeça durante uma briga generalizada registrada na frente de um mercado localizado em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite desta quarta-feira (15). A criança foi levada até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade, levou oito pontos e não está conseguindo ouvir do lado esquerdo. O suspeito de agredir o menino foi preso.

De acordo com o relato do padrasto do menino, Bruno, ele costumava vender alfajors e trufas em frente ao mercado, mas decidiu ir para o outro lado da rua depois que o fiscal do estabelecimento o proibiu de comercializar os produtos no local. Na quarta-feira, Bruno precisou entrar no mercado para usar um cartão e foi agredido pelo fiscal. “Eu fui passar o cartão-alimentação de um cliente, ao passar ele tentou me chutar pelas costas, tentou me agredir com cabeçadas, eu recuei, não quis briga, eu falei ‘respeita o meu filho’, que já estava comigo”, disse.

Bruno se afastou mas, na sequência, sua esposa e dois enteados, uma adolescente de 14 anos e um jovem de 18 anos, foram fazer compras no estabelecimento e ouviram o fiscal xingando o familiar e o ameaçando de morte. “Minha esposa começou a debater com ele, ele começou a xingar a minha esposa de tudo que é tipo de nome, ele tentou agredir a minha esposa grávida, aí a minha enteada entrou na frente, meu enteado foi pra frente dele e agrediu ele, nisso eu vi esse ‘vuco-vuco’, atravessei a rua correndo, a gente foi para cima dele, a gente acabou, infelizmente, agredindo ele“, relatou Bruno.

A situação ficou fora de controle e terminou apenas no momento em que a Polícia Militar foi acionada. No meio da briga, porém, o enteado de Bruno, de nove anos, levou um golpe de um pedaço de madeira.

“A minha esposa gritou ‘alguém pega o material de trabalho do meu esposo’, nessa o meu menino foi correndo pegar a caixa, no que ele meteu a mão na caixa, esse cara aí acabou acertando uma madeirada ao lado da orelha do meu filho”, desabafou. A criança foi levada para a UPA e será apurado se ficará com sequelas.

Nesta quinta-feira (16), a família procurou a Polícia Civil e fez um boletim de ocorrência e o fiscal foi preso em casa e levado para a delegacia de Pinhais para ser ouvido. O suspeito relatou que foi agredido, que também participou da briga, mas que não sabia que a criança tinha se ferido.