Segurança

Dupla tenta assaltar idoso, é agredida pela população e agradece por ser presa; vídeo

Tentativa atrapalhada de roubar um carro terminou mal para os dois suspeitos

Luciano
Luciano Balarotti / Editor Com informações de Thais Travençoli, da RICtv
Dupla tenta assaltar idoso, é agredida pela população e agradece por ser presa; vídeo
(Foto: Reprodução/RICtv)

4 de maio de 2022 - 13:56 - Atualizado em 4 de maio de 2022 - 13:57

Dois homens foram presos pela Guarda Municipal de São José dos Pinhais após tentar roubar o carro de um idoso, na tarde de terça-feira (3), no bairro Borda do Campo. A dupla foi inicialmente detida pelas pessoas que testemunharam a tentativa de roubo e posteriormente agredida. Acuados, eles chegaram a agradecer aos guardas que os prenderam. O idoso, que sofreu alguns ferimentos, precisou ser atendido em um hospital, mas já foi liberado. Uma câmera de segurança registrou toda a ação dos suspeitos e a reação das pessoas que evitaram o roubo. (Assista o vídeo abaixo).

As imagens mostram o idoso saindo de um loja e sendo abordado pela dupla quando vai entrar no carro. Ele é puxado e cai de costas na calçada. Nesse momento, um dos homens entra no carro, enquanto o outro fica parado do lado de fora, e a passageira do veículo foge. Antes que o homem consiga levar o carro, uma funcionária da loja o acerta com um soco e consegue impedir a fuga.

“Eu escutei um barulho muito forte e achei que era alguma prateleira caindo, aí nisso a mulher começou a gritar ‘o moço caiu, ajuda’. Aí eu saí correndo de dentro da loja, eu cheguei aqui fora e a mulher começou a falar ‘vão levar o carro’. E aí o todo mundo já ficou em volta do homem, mas ninguém fez nada em relação ao carro. Eu corri para o carro. Primeiro eu dei um soco nele, daí ele ficou meio atordoado e eu pulei pra dentro do carro, consegui puxar o freio de mão e tirar a chave. Depois eu dei outro soco nele. Foi no susto mesmo”,

contou a mulher à equipe do Balanço Geral

Ela disse que a partir daí as outras pessoas que estavam no local começaram a agredir os dois suspeitos, enquanto outras atendiam a vítima.

“Tiraram ele do carro, colocaram no cantinho da parede (junto com o outro) e começaram a agredir eles um pouco, porque o pessoal ficou revoltado por fazerem isso com o senhor. O senhor é cliente daqui há muitos anos e o cara fazer isso na maldade mesmo”, complementa a vendedora.

A reportagem da RICtv conversou também com o secretário de Segurança de São José dos Pinhais, Jeferson de Souza, que contou que a dupla segue presa e ainda não prestou depoimento.

“Eles ainda estão presos. O delegado quis segurar eles presos ontem até porque eles nem estavam em condições de prestar depoimento, dado o grau de embriaguez que eles estavam. Estavam também sob efeitos de entorpecentes, então eles não estavam conseguindo sequer falar com o delegado. Então eles seguem presos lá até hoje. O idade deles, eles são de meia-idade, com cerca de 35, 40 anos”, explica o secretário.

Ele contou também que os dois suspeitos ficaram “felizes” quando foram presos, porque se livraram das agressões de algumas pessoas mais revoltadas com a situação.

“Ontem o proprietário da loja aqui entrou em contato informando a situação, de que tinham tentado efetuar um roubo e a população estava batendo nesses indivíduos. Rapidamente a equipe chegou ao local e conseguiu dar esse atendimento, se não eu acredito que a população faria algo bem pior aí com os dois indivíduos. Eles estavam bem acuados e deram graças a Deus pela chegada da equipe”,

relatou

O secretário lembra que as forças de segurança aconselham que a população não reaja em situações dessa natureza para não se colocar em risco.

“A gente entende o ímpeto da população de tentar ajudar nesse casos, mas não é o que a gente aconselha, infelizmente a gente não pode dizer o que essas pessoas podem fazer e se estão ou não com uma arma de fogo, uma arma branca mesmo, uma faca, que pode ferir as pessoas. Mas a gente consegue entender o impulso de querer ajudar, ainda mais em se tratando de um senhor de idade que é muito conhecido aqui no comércio”, complementa.

Assista: