Segurança

Dentista é demitido pela prefeitura de Londrina após pedir licenças médicas durante 19 anos

Em 2003, ele começou a apresentar pedidos de licença alegando problemas físicos

Bruna
Bruna Melo / Repórter
Dentista é demitido pela prefeitura de Londrina após pedir licenças médicas durante 19 anos
(Foto: Emerson Dias/N.com)

9 de março de 2022 - 14:20 - Atualizado em 9 de março de 2022 - 14:20

A Prefeitura de Londrina, norte do Paraná, demitiu um funcionário público que pediu diversos afastamentos durante 19 anos. Em 2003, o dentista começou a apresentar atestados alegando problemas físicos e permaneceu recebendo salário de R$ 11.339,08 até fevereiro de 2022.

De acordo com Jefferson Beto Costa, corregedor-geral de Londrina, Douglas D’Artagnan Torres Amorim iniciou carreira pública em 1998. Após cinco anos de serviço, começou com a apresentação de pedidos para afastamentos. Durante os anos, ele chegou a trabalhar por curtos períodos de tempo, mas voltava a se ausentar.

A partir de 2011, Amorim, que também é advogado, se envolveu em outras atividades, como ser sócio-administrador em um escritório de advocacia, sair como candidato a vereador e prestar concursos públicos paralelos.

Em 2019, o funcionário passou por perícia médica, em que, conforme informado pelo corregedor-geral, omitiu informações e disse não estar trabalhando em outros locais. A perícia tentou realocá-lo em outra função, porém Amorim entrou com ação judicial impedindo que fosse readaptado.

Foi aberta sindicância para apurar o caso e, no dia 23 de fevereiro de 2022, o dentista teve a demissão publicada no Jornal Oficial. Além da demissão, a corregedoria entendeu que Amorim deve ressarcir o município com o acumulado de salários que recebeu desde 2011, quando começou com projetos paralelos.

O ofício foi encaminhado ao Ministério Público do Paraná, que deve analisar se a situação se encaixa em uma ação civil pública de improbidade administrativa e se o valor acumulado será pago. Se o resultado for negativo, cabe ao município pleitear.

A reportagem tentou contato com Amorim, mas não obteve retorno até o fechamento desta matéria.