Segurança

Brasileiro apontado como chefe de organização criminosa internacional é preso no Paraguai

O empresário é suspeito de chefiar uma organização criminosa na região de fronteira e nos Estados Unidos

Aline
Aline Cristina / Repórter
Brasileiro apontado como chefe de organização criminosa internacional é preso no Paraguai

26 de agosto de 2021 - 13:19 - Atualizado em 26 de agosto de 2021 - 13:19

Um empresário brasileiro foi preso em Cidade do Leste, no Paraguai. Ele é suspeito de oferecer dinheiro e infraestrutura para tráfico internacional de drogas na fronteira.

O empresário, Kassem Mohamad Hijazi, de origem libanesa, é suspeito de chefiar uma organização criminosa e de dar dinheiro e infraestrutura para o tráfico de drogas na região de fronteira e nos Estados Unidos.

Ele foi preso, no escritório dele em Cidade do Leste, por agentes da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai e da agência Americana antidrogas.

Segundo a investigação da polícia, ele usava seis empresas de fachada para fazer transferências de dinheiro de forma ilícita. O esquema foi identificado pela agência americana, que disse também que o empresário era protegido  por policiais, promotores e até políticos paraguaios por meio de propina.

Ele atendia criminosos dos Estados Unidos, América do Sul, Europa, Oriente Médio e China. Em 2004, Kassem chegou a ser condenado juntamente com seu irmão por lavagem de dinheiro.

Ele foi levado para Assunção no Paraguai e deve ser levado para os Estados Unidos.