Segurança

BR-467: Dois graves acidentes são registrados em menos de uma hora

Em ambas as situações, houve feridos; uma adolescente de 15 anos e um rapaz de 20 anos ficaram em estado grave

Aline
Aline Cristina / Repórter
BR-467: Dois graves acidentes são registrados em menos de uma hora
(Foto: PRF)

16 de outubro de 2021 - 09:41 - Atualizado em 16 de outubro de 2021 - 09:44

Dois acidentes em menos de uma hora foram registrados na BR-467, entre as cidades de Toledo e Cascavel, no Oeste do Paraná, na sexta-feira (15). As ocorrências deixaram duas pessoas em estado grave.

O primeiro acidente aconteceu às 16h30 no quilômetro 73 da rodovia.  O motociclista de de 20 anos seguia sentido Toledo, quando atingiu a traseira de uma F 4000. Socorristas do Siate foram acionados para atender o motociclista que sofreu ferimentos graves e foi encaminhado para Unidade de Pronto Atendimento da cidade de Toledo.

A Twister que o jovem conduzia ficou com a frente totalmente destruída.

O motorista da F 4000, de 31 anos, não ficou ferido. A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e registrou o acidente.

Em menos de uma hora, às 17h20, outro acidente, envolvendo dois carros, foi atendido pela guarnição do Corpo de Bombeiros. A colisão foi registrada a 26 quilômetros da primeira ocorrência.

Segundo apurado pelas equipes da Polícia Rodoviária Federal, que atendeu o acidente, o condutor da Saveiro, que seguia sentido Cascavel, perdeu o controle da direção do veículo e saiu da pista.

Desgovernado, o automóvel atravessou o canteiro que divide as pistas, invadiu a contramão da rodovia e bateu frontalmente com um Escort, que seguia no sentido contrário. A colisão foi tão violenta que o Escort ficou totalmente retorcido e o Saveiro parou no barranco que fica às margens da rodovia.

No Saveiro estava apenas o condutor que saiu sem ferimentos. Já o Escort era ocupado por duas mulheres, a passageira do veículo ficou presa nas ferragens. Os militares tiveram muito trabalho para retirar a adolescente de 15 anos, que sofreu ferimentos graves e foi levada para o Hospital Universitário de Cascavel.

A condutora foi levada para Unidade de Pronto Atendimento da Avenida Tancredo com ferimentos sem gravidade.

Durante o atendimento dos socorristas do Siate parte da via ficou interditada e foi necessário sinalizar o local para evitar outras colisões. Mesmo assim, outras duas ocorrências, quase foram registradas pelas equipes que atendiam o acidente, como explica Marcela, Tenente do Corpo de Bombeiros.

“Durante o atendimento às vítimas, quase dois acidentes foram registrados na pista contrária, isso porque as pessoas curiosas, reduzem a velocidade significativamente para visualizar o acidente.”

Tenente Marcela – Corpo de Bombeiros