Segurança

Bebê sofre grave queimadura no pé durante atendimento em UPA no PR

Uma enfermeira teria esquentado um plástico e amarrado o material no pé da criança durante o atendimento; entenda

Daniela
Daniela Borsuk com informações de Bruna Froehner, da RICtv
Bebê sofre grave queimadura no pé durante atendimento em UPA no PR
(Foto: Arquivo pessoal)

11 de maio de 2022 - 16:23 - Atualizado em 11 de maio de 2022 - 16:23

Um menino de apenas três meses foi internado no Hospital Evangélico, em Curitiba, após ter o pé queimado durante um atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A criança deu entrada na UPA com bronquiolite, mas saiu com uma enorme bolha de queimadura.

De acordo com a mãe da criança, Micaeli Tais do Ramos, a equipe médica estava fazendo um procedimento para conseguir encontrar uma veia da criança para inserir um medicamento, mas acabaram queimando o pé do pequeno Theo.

“Tinha quatro enfermeiras em cima dele para conseguir achar uma veia e uma delas falou que queria aquecer o pé dele, porque achou que o pé dele estava muito gelado. Pegaram um plástico daqueles de soro, aqueceram no micro-ondas e trouxe. E eles colocaram aquele plástico direto no pé dele, aí passaram uma faixa ainda por cima para segurar o pé dele e o plástico”,

contou a mãe.

Micaeli afirmou que, após perceber a queimadura, voltou para a UPA. Na unidade, a equipe teria dito que a queimadura era superficial, receitou um remédio para dor e liberou a criança. A mãe entrou em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, que levou o bebê para o Hospital Evangélico. O pequeno teve que passar por uma raspagem e segue internado.

O pai do bebê, João Carlos de Moura Júnior, disse que vai fazer um boletim de ocorrência na Polícia Civil contra a UPA. “Mostrar para todo mundo, não é só eu que sou pai de família […], aconteceu comigo, pode acontecer com todos, para não deixar impune”.

Em nota, a Prefeitura de São José dos Pinhais argumentou que, ao tomar conhecimento do caso, tomou as medidas urgentes e enviou uma equipe médica para a casa dos pais para providenciar o encaminhamento para o Hospital Evangélico. A nota ainda informou que a situação está sendo apurada para que todas as medidas cabíveis sejam tomadas.