Assassinatos

Personal trainer é assassinado após sair de academia em Colombo

Homem tinha 40 anos e era natural da Bahia; veja homenagens

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de Marcelo Borges e Diogo Cordeiro, da RICtv
Personal trainer é assassinado após sair de academia em Colombo
(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

7 de abril de 2022 - 07:33 - Atualizado em 7 de abril de 2022 - 07:51

Um personal trainer, de 40 anos, foi assassinado na noite desta quarta-feira (6), em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba. Ronaldo Mendes dos Santos, que também é professor de dança, foi surpreendido por atiradores no momento em que deixava uma academia no bairro Campo Pequeno. O homem foi atingido por um disparo de arma de fogo e não resistiu.

Segundo testemunhas, ao todo foram três disparos, porém, apenas um atingiu a vítima. Os atiradores fugiram em um veículo da cor preta e ainda não foram localizados.

(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Personal morto em Colombo

Ronaldo era conhecido nas academias de Colombo. Com experiência em treinamentos e aulas de dança, o profissional atuava em várias academias da região. Na noite desta quarta-feira, após uma aula noturna, o personal foi baleado quando ia para casa. O homem foi atingido em frente a uma academia e ainda tentou correr, mas acabou caindo na rua Pedro Gorski.

Uma equipe de resgate foi acionada, porém, a vítima já estava sem vida. De acordo com a Polícia Militar, existe a suspeita da motivação do crime ser passional. Testemunhas contaram que durante um dia, um rapaz – que não foi identificado – havia ido até a academia e procurado por Ronaldo, porém o professor não estava lá.

“A princípio poucas informações a respeito desse caso. Não consta nenhuma passagem no Paraná ou na Bahia”,

contou o tenente Ferreira, da Polícia Militar.

Mais tarde, o suspeito teria retornado até o local e desta vez encontrou o personal trainer em frente a academia. Os atiradores efetuaram três disparos e um deles atingiu Ronaldo, que não resistiu.

Local do crime (Foto: Diogo Cordeiro/ RICtv)

Comoção nas redes sociais

Ronaldo era ativo nas redes sociais e gostava de compartilhar momentos do trabalho. Além de fotos e vídeos das aulas de dança, o personal postava imagens da rotina de treinos. Segundo um amigo, a vítima era conhecida como Cigano. O homem era natural da Bahia e estava no estado paranaense desde 2014.

“A primeira academia que ele veio dar aula foi a nossa. Tenho certeza que Colombo vai sentir muito essa perda […] Ele dava aula de diversas modalidades de dança e era querido por alunos e também pelos profissionais da área”,

declarou o empresário Luciano Tambosi.
(Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Logo após a confirmação da morte de Cigano, alunos e amigos compartilharam mensagens de despedida nas redes sociais.

“Ele era um ótimo professor, cativante. Quem o conheceu sabe, um baiano de sorriso fácil, que era galante e conquistava facilmente as mulheres. Uma ginga, uma pessoa ótima e um professor de dança impecável, o Ronaldo marcava muita presença. Foi um crime covarde, sem dar a ele uma reação. Muito triste… Colombo perdeu um fenômeno da dança. Deixa saudades aos seus alunos e amigos”,

escreveu uma aluna.

Veja outras homenagens:

Registrou um flagrante? Mande pro WhatsApp do RIC Mais clicando aqui e faça o portal com a gente!