Assassinatos

Mulher trans é assassinada a tiros durante festa junina em Maringá

Victória de Lima estava em uma festa junina que estava sendo realizada na Praça Zumbi dos Palmares

Renan
Renan Vallim / Repórter
Mulher trans é assassinada a tiros durante festa junina em Maringá
Victoria Lima tinha 25 anos e levou pelo menos 4 tiros | Foto: Redes sociais

26 de junho de 2022 - 11:58 - Atualizado em 26 de junho de 2022 - 16:42

Uma mulher trans de 25 anos foi assassinada com pelo menos 4 tiros na noite deste sábado (25) em Maringá. Ela participava de uma festa junina no bairro Santa Felicidade quando foi surpreendida pelo assassino.

Victória Lima estava em uma festa junina que estava sendo realizada na Praça Zumbi dos Palmares, na zona sul da cidade, quando foi alvejada. Após cometer o crime, o atirador fugiu.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas familiares da vítima resolveram levar Victória até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Sul com um carro particular.

Um veículo estava obstruindo a entrada da UPA, então os familiares decidiram ir até o Hospital Municipal, ao lado da UPA. Eles relatam que, ao chegarem ao hospital, foram informados de que não havia médico disponível. Ferida no abdômen, peito e cabeça, Victória acabou morrendo em frente ao hospital.

A reportagem entrou em contato com a Prefeitura de Maringá para apurar a possível falta de médicos para atendimento no Hospital Municipal. Por meio de nota, a prefeitura informou que está apurando os fatos. Confira na íntegra:

A Prefeitura de Maringá, por meio da Secretaria de Saúde, informa que está apurando o caso, junto aos órgãos e registros. Tão logo haja mais informações, o município irá se manifestar.

A Polícia Civil investiga o caso.