Assassinatos

Homem é morto por vários tiros após visitar os filhos na casa da ex-esposa, na RMC

O homem foi atingido por quatro tiros, um no rosto e os outros nas costas.

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da repórter Thais Thais Travençoli RICtv, Curitiba
Homem é morto por vários tiros após visitar os filhos na casa da ex-esposa, na RMC
(Foto: Reprodução/ RICtv)

3 de janeiro de 2022 - 15:22 - Atualizado em 3 de janeiro de 2022 - 15:22

José Hélio Ribeiro, de 41 anos, foi morto enquanto andava de bicicleta em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O ciclista teria acabado de sair da casa da ex-esposa, onde foi visitar os dois filhos. O homem foi atingido por quatro tiros, um no rosto e os outros nas costas. O crime aconteceu na tarde deste domingo (2), por volta das 16h. A Polícia Civil suspeita que seja uma execução planejada.

De acordo com a Polícia Civil, a motivação para o crime pode ter relação com o tráfico de drogas. “Existe um histórico sim de condenação por tráfico de drogas, a gente suspeita que ele teria envolvimento com o tráfico. Ele teria saído da cadeia ano passado e rompeu a tornozeleira“, relatou o delegado Fábio Machado.

Segundo a reportagem da RICtv, o caso aconteceu em uma rua movimentada da região, porém, as testemunhas não se pronunciaram sobre o crime.

Nós garantimos o sigilo das informações, as pessoas não serão identificadas. Nós queremos achar as pessoas que cometeram esse crime justamente porque existe uma suspeita, pela natureza dos fatos, que isso tenha sido acerto de contas”,

afirmou o delegado.

A polícia ainda suspeita que José possa ter envolvimento com outros homicídios. O caso já está sendo investigado e as autoridades pedem ajuda para a população.

“Nós identificamos algumas testemunhas que ainda serão ouvidas aqui. Pela manhã nós ouvimos a família que estava muito abalada com a morte desse rapaz e pedimos para as pessoas que tenham informação sobre esse caso que entrem em contato para que a gente possa solucionar mais esse homicídio”,

diz o delegado. 
Registrou um flagrante? Mande para o WhatsApp do RIC Mais. Clique aqui e faça o portal com a gente!