Assassinatos

Homem é chamado para consertar carro e morre baleado em Campo Largo; possível alvo sobreviveu

Investigação revelou que vítima não tinha passagem pela polícia; dono do carro também foi baleado e encaminhado para atendimento em estado grave

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de Rudnei Vieira, da RICtv
Homem é chamado para consertar carro e morre baleado em Campo Largo; possível alvo sobreviveu
(Foto: Diogo Cordeiro/ RICtv)

9 de maio de 2022 - 08:19 - Atualizado em 9 de maio de 2022 - 08:19

Dois homens foram baleados no início da noite deste domingo (8), em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Os homens estavam em um veículo que apresentou problemas mecânicos, na região da Ferraria. Enquanto tentavam fazer o automóvel funcionar, um Chevrolet Ônix se aproximou e os ocupantes efetuaram cerca de 14 disparos. Uma das vítimas morreu e a outra foi socorrida em estado grave.

De acordo com informações apuradas pela RICtv, o homem que morreu, identificado como Reginaldo Pinto da Silva, de 50 anos, estava no local na tentativa de consertar o veículo de um conhecido. No momento em que Reginaldo chegou na rua Águia do Mar e entrou dentro do Peugeot para tentar dar a partida, foi surpreendido.

“Estava socorrendo o carro que tinha tido uma pane mecânica. Esse rapaz, que foi morto, estava dentro do carro e não tem passagem pela polícia. Um Ônix preto encostou do lado e os atiradores dispararam mais de 14 vezes”,

contou o investigador Rodrigo Podegurski.

A suspeita da investigação é que o alvo dos atiradores seria o dono do automóvel, que também foi baleado. O homem, conhecido como Piolho, foi atingido diversas vezes, porém sobreviveu.

“Ele tem algumas passagens pela justiça e pode ser que isso tenha motivado esse crime. Pelo jeito era pra ser ele o alvo e não o que morreu”,

declarou Podegurski.

O corpo de Reginaldo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba. A suspeita é que o homem foi morto por engano. Os atiradores não foram localizados.

Quer mandar uma sugestão de pauta pro RIC Mais? Descreva tudo e mande suas fotos e vídeos pelo WhatsApp, clicando aqui.