Assassinatos

Comerciante é executado após desentendimento por causa de cobrança de lanche

Funcionários relataram que no último domingo o suspeito foi até o local e não gostou de ser cobrado pelo comerciante

Guilherme
Guilherme Becker / Editor com informações de Marcelo Borges, da RIC Record TV
Comerciante é executado após desentendimento por causa de cobrança de lanche
(Foto: Marcelo Borges/ RIC Record TV)

18 de novembro de 2021 - 08:18 - Atualizado em 18 de novembro de 2021 - 08:18

Um crime brutal foi registrado na noite desta quarta-feira (17), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Um comerciante, de 33 anos, foi assassinado com pelo menos sete disparos dentro da lanchonete onde trabalhava, na rua São José dos Pinhais. O crime aconteceu no final da noite, quando os funcionários já se preparavam para encerrar as atividades e poucos clientes ocupavam o estabelecimento.

A motivação do crime ainda é um mistério, porém, testemunhas relataram que o autor dos disparos entrou no local e pediu uma dose de bebida. Enquanto aguardava para ser servido, o indivíduo sacou uma arma e disparou contra o comerciante.

“Talvez essa pessoa, aproveitando que tinha poucas pessoas, entrou e pediu uma dose. Quando o homem foi servir ele tirou a arma de fogo e disparou”,

contou o tenente Coradin, da Polícia Militar (PM).

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou rapidamente ao local. Porém, a vítima teve ferimentos graves e não resistiu

“Aparentemente com sete perfurações pelo que eu pude contar e vários calibres. Uma cena violenta. Tiros por todo o tórax, abdômen, crânio. Realmente muito violento”,

lamentou o médico Marcio Nogarolli.

Crime premeditado

Testemunhas relataram que o mesmo indivíduo que cometeu o crime esteve na lanchonete no último final de semana. Segundo informações, na data, o comerciante cobrou o cliente sobre o pagamento de um lanche e o suspeito não gostou. Houve um desentendimento e o rapaz teria ameaçado o trabalhador.

Três dias depois o mesmo cliente retornou à lanchonete e desta vez cometeu o crime. Testemunhas contaram que um outro homem aguardava o suspeito do lado de fora do estabelecimento e ambos fugiram a pé.

Câmeras de segurança da região podem auxiliar na identificação dos suspeitos.