Segurança

Após abordagem que terminou com empresária agredida, PM faz nova ação no CIC

Na madrugada anterior, uma ação da PM no mesmo local terminou em confusão, com uma empresária agredida e o relato de truculência por parte dos agentes

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Após abordagem que terminou com empresária agredida, PM faz nova ação no CIC
(Foto: Polícia Militar do Paraná)

24 de outubro de 2021 - 16:42 - Atualizado em 24 de outubro de 2021 - 16:42

A Polícia Militar do Paraná realizou, entre a noite deste sábado (23) e a madrugada deste domingo (24), mais uma ação nos arredores da Rua Raul Pompeia, no bairro Cidade Industrial de Curitiba. A Operação Ateneu foi deflagrada após denúncias dos moradores sobre o barulho excessivo no local, perturbação do sossego e da ordem. Quatro pessoas foram detidas, três estabelecimentos foram fechados pela Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) e foram aplicados R$ 36 mil em multas. Na madrugada anterior, uma ação da PM no mesmo local terminou em confusão, com uma empresária agredida e o relato de truculência por parte dos agentes.

Conforme a PM, ao todo foram 10 estabelecimentos fiscalizados e 285 pessoas abordadas. Além dos locais fechados pela Aifu, 11 estabelecimentos foram encontrados em inatividade durante o período. Foram apreendidas duas máquinas caça-níqueis, uma máquina do jogo do bicho, 257 maços de cigarros contrabandeados, 148 essências de narguilé, duas gramas de cocaína e dois cigarros eletrônicos.

Além das quatro pessoas detidas, sendo uma delas em cumprimento a um mandado de prisão e outra em flagrante por porte de arma, dois adolescentes foram encaminhados para os familiares. Nove veículos foram levados para o pátio da PM e sete infrações de trânsito foram aplicadas.

Repercussão anterior

Na madrugada anterior, uma abordagem realizada pela PM no local terminou com uma empresária ferida e relatos de uma abordagem truculenta por parte da PM. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, a mulher, que é proprietária de uma hamburgueria, reclama para os policiais – que retiram um homem de uma residência com uso da força – que a ação estava sendo violenta e excessiva. Ao cobrar satisfações, a empresária é derrubada no chão, imobilizada e atingida com um soco dado por um dos agentes. A mulher ficou ferida na boca.

Veja o vídeo:

Apesar do vídeo, a PM informou que “ela [a mulher] resistiu se debatendo, gritando e esperneando, ela acabou se ferindo porque ela caiu e estava com o rosto em contato com o asfalto. Depois que ela foi imobilizada, foi encaminhada para a UPA aqui do CIC para avaliação médica”, disse o capitão Goulart, coordenador da Aifu.

Veja a nota da PM sobre o caso na íntegra:

“A PM informa que a ação policial no local – Rua Raul Pompeia (que é conhecido pelas grandes aglomerações, consumo de drogas e perturbação), se deu devido às inúmeras denúncias e chamados por perturbação do sossego e da tranquilidade feitos por moradores daquela rua há algum tempo. Muitas destas reclamações, inclusive, foram veiculadas pela imprensa nas últimas semanas. A Operação de sexta (22/10) para sábado (23/10) no local resultou em 14 encaminhamentos, veículos irregulares recolhidos, dispersão de dezenas de pessoas, multas a estabelecimentos e veículos irregulares e, principalmente, mais tranquilidade à população de bem que reside naquele região.

A Polícia Militar do Paraná vai apurar as circunstâncias do fato (que é um fato isolado) citado na reportagem, no entanto vale ressaltar que,conforme consta em boletim de ocorrência, o policial militar foi agredido e, por isso, precisou usar de força gradativa para conter a mulher, que, inclusive, tentou impedir o encaminhamento de outra pessoa durante a ação policial.

As ações policiais para coibir a perturbação do sossego e da tranquilidade no local, bem como evitar crimes, vão continuar com o objetivo de levar segurança e paz à população que lá reside.A PM tem um planejamento a ser aplicado em resposta aos anseios da comunidade.

A Polícia Militar pede a quem sentiu-se ofendido pela ação policial para que procure a Corregedoria da Polícia Militar, canal oficial para registro de informações envolvendo policias militares, para formalizar o relato e levar o que tenha de informações para a apuração do fato. Caso a pessoa prefira, pode se dirigir a qualquer quartel da Polícia Militar para isso.