Segurança

Advogado suspeito de decapitar cinco cachorros é preso em Curitiba

Ele decapitou os animais de estimação da madrasta e jogou suas cabeças na porta da casa da mulher devido a uma disputa por herança

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Advogado suspeito de decapitar cinco cachorros é preso em Curitiba
Foto: Reprodução

17 de novembro de 2021 - 16:12 - Atualizado em 17 de novembro de 2021 - 16:13

Um advogado suspeito de decapitar cinco cachorros, uma cadela de quatro filhotes, com a intenção de amedrontar sua madrasta em Formosa, Goiás, foi preso nesta quarta-feira (17) em Curitiba. 

De acordo com a Polícia Civil do estado de Goiás, ao todo, foram cumpridos mandados de busca e apreensão contra o suspeito nos dois estados. Em uma das residências ligadas ao investigado, localizada em Formosa, foram apreendidos cinco armas de fogo e uma grande quantidade de munição. Já em Curitiba, os agentes encontraram outras duas armas de fogo, munições e munições de calibre restrito. 

O delegado Matheus Laiola, da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Curitiba, explica que a Polícia Civil de Goiás investiga o homem por vários crimes, entre eles, a prática de maus-tratos cometida contra os animais. No entanto, ele acabou sendo preso em flagrante, na capital paranaense, por estar em posse das munições de calibre restrito. O crime é inafiançável. 

“Cumprimos a ordem judicial e encontramos na residência do principal suspeito armas de fogo, munições e munições de uso restrito. Ele foi preso e recolhido ao sistema penitenciário pelo crime de posse ilegal de munição de uso restrito”,

falou  Laiola.

Conforme a investigação, o advogado decapitou os animais de estimação da madrasta e jogou suas cabeças na porta da casa da mulher devido a uma disputa por herança. Em um áudio divulgado, ele fala sobre o crime. 

“Ela tinha uma cachorra lá na fazenda. Eu degolei a cachorra ontem, os filhotinhos e joguei as cabeças na porta da casa, só para ela saber o que vai acontecer”,

disse o suspeito.