Segurança

Adolescente filma homem se masturbando dentro de ônibus em Curitiba

Vítima pediu ajuda a agentes da Guarda Municipal em um terminal e suspeito foi preso próximo a Rua da Cidadania do Boa Vista

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações de Lucio Andre, da RICtv
Adolescente filma homem se masturbando dentro de ônibus em Curitiba
(Foto: Reprodução/ RICtv)

12 de maio de 2022 - 11:30 - Atualizado em 12 de maio de 2022 - 11:30

Uma adolescente, de 16 anos, filmou o momento em que um homem, de 47, se masturba dentro de um ônibus do transporte coletivo de Curitiba. A ocorrência foi registrada na tarde desta quarta-feira (11) em uma linha que faz a ligação entre bairros da região sul e da região norte da cidade. Após registrar as imagens, a jovem fez uma denúncia aos agentes da Guarda Municipal (GM) e o suspeito foi preso.

De acordo com relato da vítima aos agentes, o homem entrou no ônibus e sentou ao seu lado. Como não havia muitos passageiros, ninguém percebeu o ato explícito, que durou cerca de cinco minutos.

“O homem de pronto sentou-se ao lado da jovem, passou a mão nas pernas e começou o ato de masturbação”,

contou o agente Dalpra.

Com medo, a adolescente conseguiu pegar o celular e registrou o ato do suspeito. Quando chegou no terminal do Santa Cândida, a jovem procurou a Guarda Municipal e passou características do suspeito. Os agentes iniciaram uma busca e localizaram o homem perto da Rua da Cidadania do Boa Vista.

“A equipe deu voz de abordagem, ele tirou a jaqueta que estava usando, a fim de se desvencilhar das características, mas a equipe conseguiu dar voz de abordagem. Ele confessou o ato e disse que estava arrependido, que havia cometido um erro”,

comentou Dalpra.

Suspeito preso

O homem, que tem 47 anos, é casado e pai de uma criança foi encaminhado ao Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) e preso. Segundo a delegada, Ellen Victer, o suspeito pode ser solto nesta quinta-feira (12) após audiência de custódia.

“O crime para o qual ele vai responder é importunação sexual, a pena máxima é de 5 anos, não cabe portanto aplicação de fiança aqui por nós da Delegacia de Polícia. Ele vai ficar preso e vai responder em juízo e depois em eventual audiência de custódia pode ser liberado”,

contou Ellen Victer.