Acidentes

Motociclista sofre 4 acidentes em 10 minutos e fica em estado grave no Paraná; assista

Em todos os acidentes ele fugiu do local, mas acabou caindo por conta dos ferimentos

Renan
Renan Vallim / Repórter

Um motociclista se envolveu em 4 acidentes durante um período de apenas 10 minutos no fim da tarde desta quinta-feira (16), em Sarandi, noroeste do Paraná. Em todos os acidentes ele fugiu do local, mas acabou caindo por conta dos ferimentos causados pelas colisões.

A primeira batida aconteceu na Avenida Professora Anna Saddi Barros da Cunha, no Parque Alvamar. O motociclista, de 33 anos, seguia pela avenida em uma Honda Biz quando bateu na traseira de um Chevrolet Corsa. Com o impacto, o vidro traseiro do veículo quebrou, o que provocou cortes profundos nos braços do piloto.

Mesmo ferido, ele fugiu do local da batida, deixando para trás o capacete, parte da carenagem da moto e um rastro de sangue. Cerca de 1 quilômetro à frente, no cruzamento da Rua Duque de Caxias com a Avenida Rio de Janeiro, o motociclista perdeu o controle da direção e bateu em uma grade de metal de uma serralheria. Ele se levantou e fugiu novamente.

Uma quadra depois, ele perdeu o controle da direção novamente, batendo na traseira de um Fiat Uno que estava estacionado. Este terceiro acidente agravou ainda mais o quadro de saúde dele. Um outro motociclista que passava pelo local parou para ajudar e tentou convencer o piloto a não subir novamente na moto, mas sem sucesso.

Queda e atendimento médico

No entanto, a terceira fuga não foi muito longe. Metros à frente, o motociclista não resiste aos ferimentos: ele perde o controle, invade a calçada e acaba caindo em frente a um terreno vazio.

O motociclista foi atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e também pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (SIATE). Ele foi encaminhado em estado grave para o Hospital Universitário de Maringá.

Devido à gravidade dos ferimentos e também pelos cortes profundos nos braços, houve a suspeita inicial de que o homem teria sofrido uma tentativa de assassinato, o que foi desmentido na sequência.