Advogado canadense desaparece após alugar casa na Capital

Balanço Geral Florianópolis

Balanço Geral Florianópolis

De segunda a sábado, às 12h


A Delegacia de Pessoas Desaparecidas de Santa Catarina tem desafios todos os dias: encontrar pessoas que desapareceram do seio familiar. Em algumas situações, parentes recebem notícias tristes ao serem informados que o ente querido foi encontrado morto. Outras famílias, no entanto, ficam sem palavras quando os policiais batem na casa trazendo quem há muito tempo estava longe dos filhos ou dos pais. Nestes últimos dias, o delegado Wanderley Redondo recebeu a missão de investigar mais um caso emblemático e misterioso: o desaparecimento do advogado canadense Clive Lorenzo Ramage, 60 anos, que alugou uma casa em Canasvieiras, Norte da Ilha. Segundo o delegado, Wanderley Redondo, a PM comunicou a embaixada do Canadá. O mais intrigante neste caso é que documentos, celular e bagagem permaneceram na casa alugada. O contrato do aluguel terminou no último domingo, um dia após o desaparecimento. O advogado, que não fala português, costuma viajar, mas é difícil acreditar que ele se ausentou sem levar os documentos pessoais. Quem souber de alguma pista que leve ao paradeiro do canadense deve entrar em contato com a delegacia pelo telefone (48) 3665-5595.

Vídeos Relacionados